Com show de Valdivia, Palmeiras bate o Bragantino

Só golaço. Foi o que a torcida do Verdão viu no Pacaembu nessa sexta-feira. O Palmeiras fez 2 a 1 em cima do encardido Bragantino pela decima segunda rodada da Série B. A partida teve show de Valdivia, gol de Kardec e bons chutes de Luiz Felipe, que vem se destacando.

O Bragantino bem que tentou estragar a festa com uma quantidade absurda de falta, porém a noite era do Verdão. Hoje teve a estreia de Eguren, mas a defesa vem dando sustos. Até Charles foi expulso.

Na próxima rodada, o Palmeiras encara o São Caetano, no Anacleto, na terça-feira às 19h30.

O jogo

Logo na escalação uma surpresa, Kardec no lugar de Vinícius (e não de Charles como se suspeitava). Kleina não quis mudar o esquema tático do time.

Assim, mais na esquerda, Leandro arriscou aos 13 minutos e quase marcou. Como a marcação era forte e algumas vezes violenta, o jeito era arriscar de longe. Foi o que Luíz Felipe fez, aos 17 minutos.

O Bragantino também tinha dificuldade de marcar. Perdeu uma chance incrível com Cesinha. Valdivia e Luiz Felipe também tentaram e não marcaram.,

Mas, finalmente aos 43 minutos, Márcio Araújo roubou a bola, tocou para Valdivia que deu um passe magistral pra Alan Kardec. Golaço! A bola indo em câmera lenta em direção ao gol.

Na volta do intervalo, o Bragantino continuou batendo. Mas, Valdivia sempre tirando vantagem dos marcadores.

Com o Palmeiras melhor que o adversário, Wesley arriscou, Luiz Felipe tentou mais uma vez.

Aos 17 minutos, Valdivia fez a alegria do palmeirenses ali presentes. Charles tocou para Valdivia que arriscou de longe e caixa. Golaço do Mago. 2 a 0.

O destaque do chileno na partida não fez bem pro time do Braga. O coitado do Valdivia apanhou muito a partir do gol. Tanto que o volante Elias foi expulso. A vantagem durou só quatro minutos, porque Charles acabou sendo expulso também.

Kleina trocou Valdivia por Mendieta, Kardec por Vinícius, Luiz Felipe por Eguren.

A pressão do Bragantino foi grande no finzinho do jogo. Dudu diminuiu para o Braga aos 43. Mas aí ja era tarde.