Vitória colocará Verdão na final contra a Ponte

O adversário já está definido. É a Ponte Preta, que venceu novamente o Guaratinguetá, desta vez na casa do adversário e por dois a um, garantindo uma vaga na final do Paulistão 2008. Para encararmos o time de Campinas, basta uma vitória simples contra o São Paulo, hoje às 16h no estádio Palestra Itália. A partida mais aguardada do ano até o momento está cercada de mistérios de parte a parte. Mas uma coisa é certa: criou-se um clima tão grande de medo que, no final das contas, tenho fé de que a paz irá imperar.

Enquanto os dirigentes passaram a semana se digladiando, os jogadores falaram pouco e treinaram muito. Para Alex Mineiro, por exemplo, o time tem de jogar bem mais do que apresentou na primeira partida, e precisa ter tranqüilidade para decidir o jogo nos 90 minutos, sem afobação. Luxemburgo, por sua vez, realizou treinos secretos e não revelou a escalação da equipe, que não poderá contar com Pierre, cumprindo suspensão por ter tomado o terceiro amarelo.

Seu provável substituto será Martinez, mas Wendel já entrou na vaga do volante baiano em outras ocasiões. Por sua vez, Denílson também pode acabar entrando desde o começo. A defesa deve ter a (ótima) escalação de sempre: Marcos, Elder Granja, Gustavo, Henrique e Leandro. Do meio para frente: Martinez (Wendel), Leo Lima, Diego Souza e Valdívia; Kleber (ou Denílson) e Alex Mineiro.

O time do Jardim Leonor terá Ricky Marketing e Zé Luiz como desfalques. Seja como for, uma das marcas dessa semana de preparação ficou por conta do bom-humor de Luxa, nos contatos com a imprensa. Isso costuma ser bom sinal, pois ele é especialista em reverter desvantagens como a atual. Força, Verdão, conte com o apoio dos torcedores que lotarão nosso estádio, e também com o de todos que irão assistir a partida pelos outros meios possíveis – tevê, rádio, internet etc. Com espírito pacífico, muita disposição e garra para apoiar o tempo todo.