Vilson pode voltar a vestir a camisa do Palmeiras

Tudo indica que a estranha transação do zagueiro/volante Vilson para Stuttgart deu errado. O clube alemão não teria chegado a um acordo com o Palmeiras para pagar a quantia de R$700 mil reais.

Alguém aí pode me explicar como um clube europeu não teria como pagar uma quantia tão comum em transações desse tipo?

O prazo de contratações no mercado europeu se encerra hoje. Se não houver um acordo entre as partes, o jogador voltará ao Palmeiras mesmo depois de ter sido acusado pelo diretor geral do clube de já ter “chegado querendo sair”.

Se voltar, o atleta assinará um vínculo de três anos com o Palmeiras. Espero que dessa vez, coloquem uma multa rescisória decente no contrato do jogador.

O que começa errado, quase sempre termina errado. Certo?