Verdão vence Penapolense com dois gols de Cristaldo

Se em casa os escorregões aconteceram, fora de casa o Verdão é 100%. Com dois gols de Cristaldo, o Palmeiras venceu na noite deste domingo (22) em Penápolis a equipe do Penapolense pelo placar de 2 a 0. O placar nos garante a liderança do grupo C do Paulistão 2015, e veio de forma segura e tranquila.

O desenho tático da partida veio desde o início de forma previsível. De um lado, o Palmeiras dominando a posse de bola e tentando criar oportunidades. Do outro, o Penapolense fechado e na base da marcação cerrada buscando encaixar um contra-ataque que lhe valesse um gol salvador.

O Verdão foi chegando aos poucos, e aos 15 minutos abriu o marcador, mas o juiz anulou o gol de Cristaldo, alegando impedimento do argentino, após boa jogada dele com Dudu. O time da casa só chegou com algum perigo aos 17 minutos, e mesmo assim em finalização não muito feliz.

Allione aos 26 minutos e Alan Patrick aos 30 minutos se aproximaram do gol, mas a partir daí a partida entrou em momento mais morno. Quando ninguém esperava mais nada, sai o gol. Aos 45 minutos, após boa jogada de Dudu, Cristaldo dividiu com o goleiro e pôs o Verdão em vantagem.

O segundo tempo mal começava e surgiu a oportunidade de o Palmeiras ampliar o marcador. Aos 6 minutos, Allione foi derrubado na área. Pênalti, que um minuto depois Dudu cobrou mal, mandando a bola no travessão. A trave novamente tornou-se vilã aos 19 minutos, em cabeceio de Allione.

O melhor momento do time da casa rolo aos 25 minutos, quando Diego Rosa fez grande jogada, salva no fim das contas por Gabriel. E aos 34 minutos, aproveitando falha do meio-campo do Penapolense, Allione lançou Cristaldo, que não perdoou e fez seu segundo gol na partida, com finalização forte.

Fernando Prass ainda teria tempo de realizar grande defesa aos 41 minutos, em arremate de Sérgio Motta, mas o placar já estava definido a favor do Alviverde Imponente, que se fez merecedor da vitória na casa do adversário.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass6,5– Efetivo nas poucas vezes em que o time da casa chegou à meta alviverde.

Lucas5,5– Discreto e seguro durante toda a partida.

Tobio6,0– Jogou sério e sem vacilos, anulando o ataque adversário.

Vitor Hugo6,0– Na mesma toada de Tobio, sem vacilar.

João Paulo6,0– Bom no apoio e competente na defesa, em sua melhor aparição com a camisa alviverde.

Gabriel6,0– Discreto e sem grandes descuidos durante toda a partida.

Robinho6,5– Bom na armação e na marcação, vai sacramentando sua posição como titular do Verdão.

Alan Patrick4,5– Abaixo da média do time, fraco na armação. Saiu aos 28 minutos do segundo tempo substituído por Victor Luis-5,5, que ajudou na marcação e foi útil.

Allione6,0– Sofreu pênalti, mandou bola na trave, deu assistência para gol…O argentino vai se achando na equipe. Saiu aos 41 minutos do segundo tempo substituído por Rafael Marques-sem nota, que, como diriam os locutores das antigas, só entrou para “faturar o bicho”.

Dudu5,0– Abaixo do que pode render, perdeu pênalti, mas não se escondeu e lutou bastante.

Cristaldo7,5– Muita movimentação e garra, além de dois gols com a marca de artilheiro. Cadê quem dizia ser ele fraco? Saiu aos 38 minutos do segundo tempo substituído por Leandro Pereira-sem nota, que não teve tempo para muita coisa.