Verdão vence Junior Barranquilla em estreia na Libertadores 2019

O Palmeiras estreou na Libertadores 2019 na noite desta quarta-feira (6) na Colômbia. E o resultado agradou em cheio: 2 a 0 contra a equipe do Junior Barranquilla, com um gol em cada tempo. O placar nos dá a liderança de nosso grupo na competição continental, já que Melgar e San Lorenzo, os outros times da chave, ficaram em um empate de 0 a 0. Se não fez uma partida brilhante, a equipe de Felipão soube fazer o placar e se defender da pressão do adversário, que também não esteve em noite das melhores.

O início alviverde na partida não poderia ter sido melhor. Depois de pressionar o adversário no seu campo, logo a 10 minutos abriu o marcador: Dudu recebeu de Gustavo Scarpa e na sequência lançou o atacante, que tocou na saída do goleiro, com categoria. Aos poucos, o Junior ganhou a posse de bola, e aos 21 minutos teve sua melhor oportunidade na partida, com o goleiro Vieira batendo bem uma falta e exigindo bela defesa de Weverton.

Até o fim da etapa inicial, os colombianos tentaram abrir espaços na defesa alviverde, mas só conseguiram criar perigo em dois chutes de média distância, um aos 26 minutos com Diaz e outro aos 39 minutos com Teo Gutierrez, ambos passando perto da meta de Weverton.

O Palmeiras manteve a estratégia de atrair o adversário e se defender em seu campo. Aos 13 minutos, em falha da defesa do time da casa, Borja teve ótima oportunidade, mas chutou fraco e o goleiro conseguiu desviar a bola da direção do gol. Aos 19 minutos, Moisés, que havia acabado de entrar, cabeceou para fora após cobrança de escanteio. E os colombianos continuavam com posse de bola, mas sem eficiência.

Aos 28 minutos, Gustavo Scarpa acerta um belo chute e obriga o goleiro a mandar a bola para escanteio. O jogo esfria a partir dos 30 minutos, quando o atacante Teo Gutierrez toma o segundo amarelo e é expulso de campo.  Os colombianos ainda obrigam Weverton a fazer boa defesa aos 38 minutos, mas foi só. E aos 46 minutos, Marcos Rocha rebate, a bola vai para Borja que sai do nosso campo, chega até a área e protege bem, passando para o mesmo Rocha, que com grande categoria marcou o segundo gol e selou nossa importante vitória.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Weverton- 8,5-  Bela partida, com direito a pelo menos duas defesas decisivas.

Marcos Rocha- 9,0- Bem na defesa e no apoio, e ainda fez um belo gol no final do jogo

Antonio Carlos- 7,0- Seguro, não comprometeu.

Gustavo Gómez- 7,5- Impecável pelo alto e por baixo, só para variar.

Victor Luis- 6,0- Eficiente e lutador, como de costume.

Felipe Melo- 6,0- Deu algumas vaciladas, mas não chegou a comprometer.

Bruno Henrique- 6,0- Discreto, rendeu mais na marcação. Saiu aos 36 minutos do segundo tempo, substituído por Thiago Santos-sem nota.

Dudu- 7,0- Começou muito bem e deu bela assistência para o gol de Scarpa, mas depois caiu de rendimento. Saiu aos 25 minutos do segundo tempo substituído por Hyoran-5,0, que foi bem discreto.

Gustavo Scarpa- 7,5- Começou bem, fazendo o gol, e quase marca mais um na etapa final.

Ricardo Goulart- 6,0- Sem muito brilho, provavelmente ainda sentindo a falta de ritmo. Saiu aos 18 minutos do segundo tempo, dando sua vaga a Moisés-6,5, que ajudou a equilibrar o meio-campo.

Borja- 6,5 –Vinha mal, com direito a mais um gol feito perdido, mas mereceu uma nota melhor ao dar belíssima assistência para o gol de Marcos Rocha, no finalzinho da partida.