Verdão vence Joinville e está a um ponto do título da Série B

 

CAMPEONATO BRASILEIRO 2013 - SÉRIE B: PALMEIRAS X SÃO CAETANO

Por Fabian Chacur

Mesmo jogando com um a menos durante boa parte da segunda etapa, o Palmeiras ganhou de forma tranquila do Joinville por 3 a 0 na tarde deste sábado (9) no estádio do Pacaembu. Com o resultado, o time treinado por Gilson Kleina precisa ganhar apenas mais um ponto em seus últimos quatro jogos pelo torneio para poder comemorar o título de campeão da Série B do Brasileirão 2013.

Com Juninho no meio de campo como surpresa, o Verdão iniciou a partida de forma sonolenta, o que a forte marcação do adversário ajudou a tornar ainda menos agradável. O primeiro lance razoável ocorreu aos 9 minutos, quando Leandro fez boa jogada e deu bom passa para Márcio Araújo, que mandou um daqueles chutes de dar medo, para fora, obviamente.

Antes que o time de Santa Catarina começasse a gostar da partida, Márcio Araújo roubou a bola de Wellington Bruno e tocou para Valdivia. O Mago colocou Leandro na cara do gol, e este não titubeou, abrindo o marcador aos 22 minutos. Com o placar a seu favor, o time da casa só foi ameaçado aos 31 minutos, quando Wellington Bruno obrigou Fernando Prass a fazer bela defesa.

Com Ananias na vaga de Vinícius para a etapa final, o Palmeiras ainda tentava se estabilizar em campo quando Leandro, de forma boba, tomou o segundo amarelo e foi expulso aos 9 minutos. Para felicidade geral da nação alviverde, o Joinville não só não soube aproveitar a vantagem numérica como passou a oferece mais espaços para o ataque alviverde.

Renatinho entrou aos 16 minutos no lugar de Wesley. Quando o jogo vivia um momento bem modorrento, a genialidade de Valdivia fez novamente a diferença, com um passe milimétrico que deixou Juninho livre na área. O lateral, hoje no meio-campo, milagrosamente não vacilou e enfiou um belo chute, ampliando o marcador aos 24 minutos.

O time catarinense só nos ameaçou de novo aos 34 minutos, em finalização de Marcos Vinícius. Serginho, que entrou aos 38 minutos no lugar de Juninho, mostrou faro de gol aos 42 minutos, em jogada que começou com Ananias e cujo rebote sobrou pare ele finalizar com segurança. O mesmo Serginho perdeu gol feito aos 46 minutos, após outro belo lançamento do Mago.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass -8,0 pouco exigido, mostrou serviço quando isso ocorreu.

Wendel– 6,0- Muita garra e segurança, além de um apoio razoável ao ataque.

Henrique – 7,5- Totalmente seguro na zaga, com direito a algumas boas avançadas.

André Luiz – 7,0 – Não perdeu praticamente uma jogada, jogando de forma simples e séria.

Marcelo Oliveira – 5,0- Muito esforçado, mas errando passes e marcando mal.

Márcio Araújo – 5,5- Decisivo no primeiro gol, mas errando muitos passes, como de praxe.

Juninho – 6,0- Estava irregular até fazer um belo gol, que redimiu seu desempenho. Deu lugar para Serginho – 6,0 , que mais uma vez entrou para fazer um gol e agitar a partida.

Wesley – 5,0 – Bem abaixo do que normalmente rende, saiu aos 16 minutos do segundo tempo. Renatinho 5,0, que entrou em seu lugar estreando no time, não comprometeu.

Valdivia – 7,5 – Deu belas assistências para dois gols e mostrou a categoria habitual.

Leandro – 5,0 – Fez um belo gol, mas tomou um segundo amarelo bobo e sendo expulso.

Vinícius – 4,0 – Mal, saiu contundido no intervalo. Deu lugar a Ananias– 7,0, que fez um ótimo segundo tempo e ainda iniciou a jogada que gerou o terceiro gol alviverde.

Gilson Kleina – 7,0 – Apesar da estranha tentativa de Juninho no meio-campo, viu seu time conseguir uma vitória tranquila, além de fazer boas substituições.