Verdão vence bem o Fluminense em noite de Luiz Adriano

Depois de tanta turbulência, o Palmeiras vai recuperando o seu rumo positivo no Brasileirão 2019. No último sábado (7), veio a primeira vitória com Mano Menezes no comando e quebrando uma série negativa de sete partidas sem somar os três pontos. Na noite desta terça (10), foi a vez de ganhar com folga do Fluminense pelo placar de 3 a 0, perante 27.956 torcedores. Não deu uma aula de bola, mas se mostrou muito eficiente, e tivemos um show de Luiz Adriano, que marcou os três gols e nos garantiu o terceiro posto no Brasileirão, a apenas um ponto do Santos e a apenas três do Flamengo. Quem é que disse que o título já estava perdido?

O Palmeiras iniciou a partida de forma bem promissora, com triangulações, toque de bola e criando boa oportunidade logo a 1 minuto, com chute forte de Gustavo Scarpa que Muriel desviou para escanteio. Aos 3 minutos, Luiz Adriano cabeceou para fora, em bom cruzamento de Marcos Rocha. O gol parecia iminente, e veio aos 8 minutos, com Luiz Adriano aproveitando o rebote de chute de Diogo Barbosa que bateu na trave.

Com a vantagem, o Verdão deu uma reduzida no ritmo, e o adversário tentou mostrar suas garras, mesmo que sem muita efetividade. Aos 15 minutos, em chute de Nenê, e aos 18 minutos, em cabeçada para fora, os cariocas ameaçaram um pouco. Chute de Bruno Henrique aos 20 minutos passou perto da meta tricolor.

Aos 32 minutos, uma excelente chance para o Verdão ampliar, com Luiz Adriano colocando Gustavo Scarpa na cara do gol, mas ele demorou um pouco a concluir e deu chances para Muriel fazer boa defesa. Aos 35 minutos, Paulo Henrique Ganso colocou o jovem João Pedro na cara do gol, mas ele chutou para fora.

Com um pouco mais de efetividade, o Verdão iniciou a etapa final quase marcando aos 5 minutos, em arremate de Dudu que passou perto, após boa avançada. Aos 7 minutos, um raro susto, com Caio ficando cara a cara com Fernando Prass, mas Marcos Rocha desviou e nosso goleiro defendeu.

Aí, veio a jogada que definiu a partida. Em contra-ataque rápido, Dudu avançou pelo setor direito do ataque alviverde e cruzou para Luiz Adriano, que finalizou com muito oportunismo. Aos 16 minutos, Marcos Rocha chuta cruzado, com boa defesa de Muriel. E aos 17 minutos, Diogo Barbosa faz bela jogada e cruza na medida para Luiz Adriano, desta vez de cabeça, marcar o terceiro tento do Verdão.

A partir daí, o time carioca atualmente comandado por Oswaldo de Oliveira despencou, não criando praticamente nada, enquanto o Palmeiras tratou de administrar o resultado. Quase ampliou o marcador aos 24 minutos, em chute de Thiago Santos, ou aos 29 minutos, em cruazamento de Diogo Barbosa que William cabeceou e Muriel defendeu, após desvio da zaga. E o Palmeiras conseguiu a sua segunda vitória seguida no Brasileirão. Xô, zica!

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass- 6,0- Pouco ameaçado, mas sempre seguro, quando isso ocorreu.

Marcos Rocha- 6,5- Bom no apoio e eficiente na marcação.

Luan- 6,5- Esbanjou raça e determinação durante toda a partida.

Vitor Hugo- 6,0- Discreto e competente.

Diogo Barbosa- 7,0- Bom nas assistências e eficiente na marcação.

Felipe Melo- 6,0- Discreto, nem tomou amarelo hoje.

Bruno Henrique- 5,5- Bem abaixo do que sabe, embora quase tenha marcado um gol. Saiu aos 22 minutos do segundo tempo para a entrada de Thiago Santos-6,0, que soube ajudar o time a garantir o resultado e de quebra quase marcou um gol que seria muito bonito.

Gustavo Scarpa- 6,5- Não brilhou, mas melhorou em relação a partidas recentes. Saiu aos 32 minutos do segundo tempo para a entrada de Raphael Veiga-sem nota.

Dudu- 6,0- Esforçado, mas irregular durante a partida.

Willian-6,0- Também correu muito, embora não brilhasse.

Luiz Adriano-10,0- Falar o que do cara que marcou os três gols dessa importante vitória? Agora, voltamos a ter um centroavante efetivo. Saiu aos 23 minutos do segundo tempo para a entrada de Borja-4,0 , que entrou com a partida definida e até se esforçou para fazer alguma coisa, mas sem muito resultado.