Verdão vai a Goiânia em busca da liderança

jorginho_marcos_pnunes

Em meio ao alvoroço causado pela inesperada (a essa altura dos acontecimentos)confirmação da contratação de Muricy Ramalho como técnico do Palmeiras, a equipe alviverde encara hoje às 21h50 (ou quando acabar a novela global, o que vier primeiro)no estádio Serra Dourada o Goiás de Hélio dos Anjos.

O objetivo é claro: tentar assumir a liderança isolada do Brasileirão 2009, posição que divide com o Atlético Mineiro (cujo saldo de gols dá a ponta no momento aos mineiros). Um único desfalque está previsto: Pierre cumprirá suspensão automática pelo terceiro amarelo sofrido contra o Santo André.

Aparentemente, Jumar Bianchi será o seu substituto. De resto, entrará em campo a escalação atualmente considerada a ideal pela maioria dos torcedores do único time que realmente importa no universo conhecido e desconhecido. Lá vai: Marcos, Wendel, Marcão, Danilo e Pablo Armero; Jumar Bianchi, Edmilson, Cleiton Xavier e Diego Souza; Willians e Obina.

Muricy Ramalho ganhará, segundo informações extraoficiais, R$450 mil por mês, e trará consigo apenas o auxiliar Tata, que trabalhará ao lado de Jorginho Sobrancelha, sabiamente mantido na comissão técnica. Vale lembrar que o próprio Muricy iniciou sua trajetória no futebol profissional como auxiliar técnico de Telê Santana. Aqui, a gente critica quando se faz necessário e elogia quando há merecimento.

Ou seja, parabéns, presidente Belluzzo, pela negociação não ter sido descoberta pela imprensinha. O novo treinador deverá assistir o clássico de domingo contra os Duchos do Menezes na tribuna do estádio de Presidente Prudente, e assumir suas funções na segunda feira. A duração do contrato é até o final de 2010.

Boa sorte, Muricy, boa sorte, Palmeiras!

uol_logoClique aqui para ouvir Mondo Palmeiras no UOL Mais (link alternativo).