Verdão joga verdadeira decisão contra o Colo Colo

Durante a temporada, há jogos que servem para definir os rumos de uma equipe. Na trajetória do Palmeiras em 2009, a partida que jogaremos hoje, às 20h, no Estádio Palestra Itália, contra a equipe chilena do Colo Colo, é uma delas.

Como perdemos para a LDU por 3 a 2 no Equador, na primeira rodada, uma vitória se mostra mais do que necessária para que possamos nos recuperar, na fase de grupos dessa importante competição continental. Ainda mais pelo fato de o Sport Recife ter vencido o ex-time de Valdívia em Santiago pelo placar de 2 a 1. Para isso, iremos contar com praticamente nossa força máxima.

Uma baixa é certa: Pablo Armero, expulso na primeira partida, que deverá ter como substituto o ex-jogador do Internacional, Marcão. A outra pode ser a de Marcos, que não treinou ontem, limitando-se a corridas ao redor do campo da Academia de Futebol. Ele, no entanto, está relacionado, e pode acabar indo a campo.

A escalação provável: Marcos (Bruno), Danilo, Edmilson e Maurício Ramos; Fabinho Capixaba, Pierre, Cleiton Xavier, Diego Souza e Marcão; Willians e Keirrison. Também estão relacionados Deola, Jefferson, Jéci, Jumar, Sandro Silva, Evandro, Lenny, Marquinhos e Ortigoza.

Na história, segundo informações fornecidas pela assessoria de imprensa do Palmeiras, enfrentamos equipes chilenas em 16 ocasiões, com 11 vitórias, 2 empates e 3 derrotas, 30 gols pró e 12 gols contra. Em São Paulo, foram 5 vitórias e um empate, sem derrotas. Contra o Colo Colo, apenas uma partida na história: 2 a 1 para eles, no dia 15 de fevereiro de 1961, no Chile, quando nem eu era ainda nascido.