Verdão goleia e nem assim afasta "crise"

Por Flavio Canuto

Num dia em que tudo deu certo para o Palmeiras dentro de campo, a notícia sobre uma proposta do Flamengo para o atacante Kleber tirou alguns preciosos momentos de tranquilidade do torcedor palmeirense.

O Gladiador saiu de campo esbravejando, e o resto da história todos já sabem.

Hoje, o presidente do Verdão disse na TV que a proposta flamenguista chegaria por e-mail, e afirmou mais uma vez que não pretende negociar o jogador.

“Fiquei sabendo através do Pepinho que a Patrícia Amorim mandaria por e-mail. Gostaria de falar com ela por telefone. Não tem interesse nenhum em liberar o jogador Kleber. Não há proposta que vá motivar.”, disse Arnaldo Tirone.

Na minha opinião, isso tudo poderia ter sido evitado. Kleber poderia ter desconversado na saída do campo, e tudo acabaria bem. Qual o problema de alguém receber um convite para trabalhar em outro lugar?

Não é a primeira vez que o endividado Flamengo tenta levar algum atleta do Palmeiras. Claro que eles estão fazendo média com a sua torcida, e que não dispõem da quantia necessária para levar o Kleber.

Caímos nesse blefe, e agora temos que contornar mais uma “crise” mesmo depois de jogar bem, e golear um adversário no Brasileirão. Somos vice-líderes em “crise”? Meu Deus.

Bem que o Tirone podia aproveitar a oportunidade e anunciar que está atrás de reforços.

Precisamos de mais jogadores, além de paz. Muita paz.

Abraço a todos!