Com festa linda, Palmeiras vence Libertad e se classifica

Chuva, sol, arco-íris, 35 mil enlouquecidos e uma classificação. O Palmeiras venceu o Libertad-PAR por 1 a 0, nesta quinta-feira, no Pacaembu. Mais uma vez, o Verdão, junto com sua torcida que canta, vibra e encanta, derrotou um time invicto e garantiu presença na próxima fase da competição.

Em uma festa emocionante, a torcida carregou o time e como vem sendo costume depois do sacode do Mirassol, os 11 em campo (ora 10) mostraram muita raça e determinação. Onde faltou qualidade, sobrou força de vontade. E resultou na classificação.

O jogo

Com um primeiro tempo chato, sem muito trabalho para os dois goleiros, o Palmeiras estudou o time do Libertad e freou os paraguaios. As chances vieram aos 6 minutos de uma cabeçada de Henrique, aos 19 depois de uma bela jogada de Vinicius e Charles que aos 37 mandou um belo chute.

Aos 45 minutos, por uma besteira, Wesley levou o primeiro cartão amarelo.

No segundo tempo, o Palmeiras parecia mais interessado no jogo, disputo a levar a peleja. Mesmo sufocados, os paraguaios assustaram aos 5 minutos.

Aos 8 minutos, Wesley deu um chute que abafou nos pés de Charles, que aproveitou e marcou. Gol do Palmeiras para delírio da torcida.

Mas, como nem tudo é fácil na vida do palmeirense, mais um drama. Wesley toma o segundo amarelo e é expulso aos 16 minutos.

Vinicius, que tem impressionante desempenho em jogos decisivos, segurou a barra. Com o Libertad pressionando,Tiago Real entrou no lugar de Souza. Pouco depois, Caio entrou no lugar de Vinicius, com câimbras.

Aos 31 minutos, os 35 mil palmeirenses com os olhos e Fernando Prass com os pés tiraram uma cabeçada certeira de Benitez. Foi a última chance clara de gol do Libertad.

Wendel substituiu Charles aos 33 minutos.

No fim do jogo, o Palmeiras segurou firme e garantiu a classificação. A próxima pedreira do Verdão é contra o Sporting Cristal, no dia 18, no Peru.

Obs: Texto do Mauro Beting é obrigação depois dessa partida incrível. Obrigada, torcida!