Palmeiras ganha na Ilha e é mais líder do que nunca

Durante dois anos, o Sport conseguiu uma raríssima superioridade nos confrontos conosco, o que levou alguns apressadinhos a nos considerarem fregueses do time supra citado. Para felicidade geral da nação alviverde, a normalidade voltou a prevalecer em 2009.

Na noite de hoje, o Verdão voltou a vencer a equipe pernambucana na antes temida Ilha do Retiro, e com esse resultado (um a zero) se firma ainda mais na primeira posição do Brasileirão. Abrimos seis pontos na frente do segundo colocado, o Atlético Mineiro, e nos manteremos na ponta independente do que rolar nos outros jogos. Beleza!

Muricy Ramalho preferiu apostar no esquema com três zagueiros para o confronto com o Sport, surpreendendo ao escalar Marcão ao lado de Maurício Ramos e Danilo, com Pierre e Edmílson de volantes. Dessa forma, o meio-campo ficou congestionado por jogadores de ambas as equipes, e a partida não foi das mais animadoras em termos técnicos. No começo, tivemos duas boas chances com Pierre e Cleiton Xavier.

O Sport, depois, tentou criar alguma coisa, mas o poder de conclusão de seus jogadores se mostrou abaixo da crítica. O Verdão teve sua melhor oportunidade aos 39 minutos, quando Maurício Ramos cabeceou bem e obrigou Magrão a fazer grande defesa. A nota negativa da etapa inicial ficou por conta do terceiro amarelo de Pablo Armero, que não jogará contra o Grêmio, na quinta.

O segundo tempo vinha mantendo o espírito do primeiro, até que Hamilton levou o cartão vermelho aos 17 minutos, após entrada violenta em Diego Souza. Com um a mais em campo e com as entradas de Souza no lugar de Edmílson e Willians no de Marcão, o Palmeiras evoluiu, e logo chegou ao gol. Obina fez boa jogada pela esquerda e cruzou. Bruno Telles tentou evitar que a bola chegasse a Willians e jogou contra o próprio patrimônio, fazendo gol contra, aos 24 minutos.

A partir daí, o Verdão procurou manter a posse de bola, enquanto o Sport pouco ou nada conseguia. Cleiton Xavier quase ampliou o placar aos 30 minutos, com ótimo chute defendido quase que no reflexo por Magrão. No fim das contas, o Palmeiras mostrou frieza e tranquilidade para segurar o resultado, sua décima vitória em dezesseis partidas.

uol_logoClique aqui para ouvir Mondo Palmeiras no UOL Mais (link alternativo).