Verdão faz 2 a 0 e cala o Olímpico lotado

Pouca gente acreditava ser o Palmeiras capaz de sair da partida contra o Grêmio, na noite desta quarta-feira (13), pela Copa Kia do Brasil, com um resultado positivo. Alguns achavam que até mesmo uma goleada poderia ocorrer a favor do time gaúcho.

Pois mais uma vez ficou provado que futebol não tem vencedor antes da hora. Jogando com muita raça, a equipe treinada por Luis Felipe Scolari segurou o time gaúcho e, no final, conseguiu dois gols que dão ao Verdão uma bela vantagem para a partida de volta. Inacreditável, mas felizmente a mais pura verdade. A gente merece!

A surpresa neste jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil já começou na escalação alviverde, com o time entrando com três zagueiros. Maurício Ramos entrou na vaga do até então titular absoluto Márcio Araújo, e Artur ficou com a vaga de Cicinho. Com isso, o poder de marcação alviverde cresceu bastante.

Embora tenha criado muito pouco em termos ofensivos, o Palmeiras conseguiu segurar os comandados de Vanderlei Luxemburgo, que só agitaram mesmo no finalzinho da etapa inicial, com Fernando mandando uma bola na trave após cobrança de falta e Kleber e Miralles não conseguindo aproveitar uma rebatida de Bruno, respectivamente aos 42 e 44 minutos.

Pressionado pela torcida, o Grêmio voltou pior para o segundo tempo, e nem as entradas de André Lima, Marcelo Moreno e Rondinelli conseguiu mudar o panorama. Cansado, nosso adversário começou a abrir espaços. Aos 25 minutos, Barcos quase, faz, finalizando com força

Aos 32 minutos, André Lima cabeceia para fora a melhor chance criada pelo Grêmio em toda a partida. Aos 38 minutos, Mazinho entrou na vaga de Daniel Carvalho, e mostrou que tem estrela. Quatro minutos depois, ele recebeu belo lançamento de Cicinho (que entrou no segundo tempo) e acertou um chute certeiro, abrindo o marcador.

Totalmente desnorteado com o gol, o Grêmio se perdeu, e aos 45 minutos Juninho fez belo cruzamento e encontrou Barcos, que cabeceou de cima para baixo e detonou o goleiro adversário. Dois a zero, para lavar a alma do sofrido torcedor palmeirense. Agora, é jogar com inteligência na partida de volta e se qualificar para uma sonhada final.

Cruzem os dedos!


******

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário da Web Rádio Mondo Verde!