Verdão estreia com vitória de virada no Paulistão

Mesmo jogando com um time bastante desfalcado e sem boa parte dos reforços contratados para a atual temporada, o Palmeiras venceu de virada o Linense na tarde deste sábado (18) no estádio do Pacaembo (SP) pelo Paulistão 2014, iniciando com vitória o ano de seu centenário. O destaque da partida foi Mazinho, com direito a gol e assistência.

O time de Lins entrou em campo apostando em muita marcação e tentativa de emplacar algum contra-ataque. Por sua vez, o Verdão veio com um meio-campo não muito criativo e a aposta em três atacantes (Alan Kardec, o estreante Diogo e o retornado Mazinho), além de Serginho improvisado na lateral-direita.

Com amplo domínio de bola, o Palmeiras pecou nas finalizações, com Mazinho perdendo três boas oportunidades antes dos 24 minutos de jogo. Juninho exigiu boa defesa do goleiro adversário, em rara finalização alviverde no gol do adversário. Serginho também desferiu um bom chute, que o goleiro do Linense espalmou de forma salvadora.

Aos 35 minutos, no entanto, o time interiorano abriu o marcador, com o ex-jogador palmeirense Anselmo aproveitando um rebote originário de uma falta no zagueiro Tiago Alves não marcada pelo árbitro. Tiago, por sinal, acabou saindo contundido pouco depois, dando sua vaga a Felipe Menezes. Wesley e Marcelo Oliveira ainda perderiam boas oportunidades, assim como João Lucas, que exigiu grande defesa de Fernando Prass.

O segundo tempo começou com o Palmeiras indo para cima e abrindo espaços para o Linense, que não soube se valer dessas oportunidades. O time da casa crescia de produção, e aos 13 minutos, enfim colheu o fruto dessa melhora. Mazinho recebeu bola na esquerda do ataque alviverde, livrou-se do zagueiro e chutou forte. Um golaço.

Pressionando cada vez mais e tomando conta da partida, o Verdão virou o marcador aos 22 minutos, quando Alan Kardec recebeu um belo passe de Mazinho e, com categoria, livrou-se do marcador e chutou com categoria, matando a defesa interiorana. Aos 27 minutos, Mazinho quase amplia o marcador, mas chutou para fora.

Com o cansaço inevitável surgindo nos jogadores alviverdes, Kleina substituiu Wesley aos 30 minutos e Mazinho aos 35 minutos, colocando respectivamente o estreante França e Vinícius em suas vagas. O segundo fez bela tabela com Diogo aos 38 minutos, mas o ex-atacante da Lusa acabou chutando para fora.

No fim, o maior fôlego do Linense quase que lhe valeu o empate, mas Fernando Prass impediu Leandro Ferreira de fazer o que seria um belo gol aos 42 minutos, enquanto Branquinho chutou na Lua a bola que recebeu praticamente livre, na área, aos 47 minutos. No fim das contas, uma justa vitória do Palmeiras.

Notas dos jogadores do Verdão:

Fernando Prass8,0 – Seguro, foi pouco exigido, e quando isso ocorreu, fez belas defesas. Não teve culpa no gol, que surgiu de jogada irregular.

Serginho6,0 – Improvisado como lateral-direito, apoiou bastante o ataque e quebrou o galho na marcação.

Henrique6,5– Seguro, jogou sério e não complicou a partida, além de subir só nas horas certas. Um bom início de temporada.

Tiago Alves5,0– Vinha de forma regular até sair contundido de campo, sendo dúvida para as próximas partidas. Foi substituído por Felipe Menezes -5,0 – que se esforçou bastante mas continuou errando passes e chutes a gol como de praxe.

Juninho5,0 – Correu bastante, mas manteve a constante de erros em cruzamentos e falhas na marcação de sempre. Precisará melhorar muito para se manter titular.

Marcelo Oliveira5,5– Começou como volante e depois virou zagueiro. A garra de sempre, mas sem inspirar muita segurança no torcedor.

Wesley5,5– Teve alguns lampejos na partida, mas se mostrou visivelmente fora de forma. Foi substituído aos 30 minutos pelo estreante França, sem nota, que teve pouco tempo para mostrar a que veio.

Renato 5,5– Antes conhecido como Renatinho, o volante esbanjou vontade e espírito de grupo, embora demonstre pouca técnica.

Mazinho – 7,5 – Se no primeiro tempo esbanjou erros de finalização, voltou com tudo no segundo e foi decisivo para a virada alviverde, com um belo gol e uma assistência impecável em outro. Bom retorno, após temporada no exterior. Deu lugar para Vinícius, sem nota, que jogou por pouco tempo e fez uma boa tabela com Diogo.

Diogo5,5– Uma estreia discreta mas promissora, na qual mostrou movimentação, lampejos de talento e muita persistência. Deve melhorar nos próximos jogos.

Alan Kardec7,0 – Matador é assim: quando teve uma chance clara de gol, guardou a bola na meta adversária e garantiu os primeiros três pontos do Verdão no Paulistão 2014. Tomara que fique ao menos até o fim do ano no Palmeiras.