Verdão vence e está na semifinal da Sulamiranda

Num Pacaembu lotado, e debaixo de uma chuva gelada, o Palmeiras venceu o Atlético-MG e segue em frente na luta pela conquista da Copa Sul-Americana.

Apesar da festa inicial, o torcedor palmeirense levou um susto. Logo aos 16 minutos, depois de um pique, Valdívia sentiu dores e novamente teve que deixar o campo.

Mesmo sem o seu principal jogador, o Palmeiras dominava a partida, e marcava muito bem, dando poucas chances para o time mineiro. Lincoln, que substituiu o Mago, que entrou bem na partida, mas a bola não chegava em boas condições para os atacantes Luan e Kleber.

Foi a hora de brilhar a estrela de Marcos Assunção. E desta vez, ele resolveu inovar. Aos 26 minutos, ele bateu um escanteio pelo lado esquerdo, no primeiro pau. A bola passou zagueiro, pelo atacante Luan, e morreu no fundo das redes.

Um gol olímpico palmeirense. Coisa difícil de acontecer no futebol. Lembro de um gol olímpico do Éder, em 86, depois disso não me recordo de nenhum outro marcado por um jogo do Verdão (alguém lembra de outro mais recente?).

Depois do gol, o Palmeiras continuou atacando, porém dando mais espaço para o Atlético-MG, que levava perigo ao gol de Deola em alguns contra-ataques.

Na segunda etapa, o Atlético-MG veio com uma postura mais ofensiva, e o Palmeiras se fechou demais. O sufoco e o medo de um desastre (apenas um gol dos mineiros já levaria a partida para a disputa de pênaltis) era evidente nos rostos de alguns palmeirenses que lotaram o Pacaembu.

Dorival Junior ainda colocou Nicão, Serginho e até o Diego Tardelli. Mas apesar de atacar muito, e sem objetividade, o Atlético-MG dava o contra-ataque para o Verdão.

E foi assim que fizemos o segundo gol. Lincoln recebeu na intermediária, tocou para Márcio Araújo (que jogou muito bem mais uma vez), que devolveu para o próprio Lincoln tocar para o Luan, que chutou cruzado e decretou o placar da partida.

Agora é aguardar quem será o vencedor de Avaí e Goiás, e se preparar para a partida da próxima semana. Ah, claro…e esquecer de vez do Brasileirão!

Abraço a todos!

*******

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário de Mondo Palmeiras.