Verdão encara altitude para avançar na Libertadores

Da mesma forma que ninguém mais agüenta ouvir/ler/comentar sobre a crise financeira que invadiu o planeta com malas e bagagens, o palmeirista do Brasil e do mundo já está até a tampa com o tema “altitude”. Pois hoje, às 23h, com transmissão pelo canal a cabo Sportv, o Palmeiras enfim enfrentará a cidade de Potosi, na Bolívia, ou melhor, o time do Real Potosi. 

A partida define quem entrará na fase de grupos da Taça Libertadores da América, sendo adversário, a partir daí, de Sport Recife, Colo-Colo (Chile) e LDU (Equador, atual campeã da competição).

O Verdão, agora com o elenco completo, treinou ontem em Sucre, e deve jogar com a sua atual formação titular, exceto Marcos, que continua se recuperando de contusão: Bruno, Edmilson, Danilo e Maurício Ramos; Fabinho Capixaba, Pierre, Cleiton Xavier, Diego Souza e Pablo Armero; Willians e Keirrison. 

O Alviverde Imponente pode perder por até três gols de diferença que mesmo assim seguirá adiante na competição sul-americana. Se for derrotado pelo mesmo placar que venceu por aqui (5 a 1), a disputa irá para as cobranças de penalidades máximas. Se fizer mais de um gol, a equipe pode até se dar ao luxo de ser suplantado por quatro gols de diferença. 

Ou seja, é só uma questão de saber administrar a diferença obtida no Brasil e carimbar o passaporte para a fase de grupos do campeonato que conquistamos pela primeira e única vez até o momento em 1999.