Palmeiras empata com Grêmio em campo alagado

Há muito tempo o Palmeiras não jogava em um campo tão alagado como estava o do estádio Olímpico na tarde de hoje. Pior: não parou de chover um único minuto. Para um time que tem no toque de bola sua principal característica, a expectativa não era das melhores. Felizmente, tivemos um desempenho que, se não nos arrancou suspiros de felicidade, ao menos nos proporcionou um empate fora de casa contra o Grêmio, time sempre difícil de ser vencido em casa.

Pela segunda partida seguida Luxemburgo optou pelo esquema com três zagueiros (Gladstone, Jeci e Maurício) e dois volantes (desta vez, Sandro Silva e Jumar). Isso deu maior estabilidade ao sistema defensivo alviverde, mas não a ponto de evitar algumas chances claras de gol do adversário. Logo aos 4 minutos, Felipe, o ótimo lateral direito do time gaúcho (substituiu o suspenso Paulo Sérgio, ídolo de Flávio Canuto), cabeceou na trave. Perea também acertou a trave, após receber bola livre dentro da área, aos 43 minutos. Antes, Kleber, aos 11 minutos (em cruzamento de Diego Souza) e Leandro, aos 26 (concluindo bela jogada de Alex Mineiro) levaram perigo à meta adversária.

Logo aos 29 segundos do tempo final, falha de Leandro proporcionou boa jogada de Felipe, que por pouco não gera um gol relâmpago. Aos 7 minutos, defesa espetacular de Marcos, em cabeçada de Rever. O Verdão só chegou com perigo à meta adversária aos 15 minutos, em ótimo chute de Jumar espalmado por Victor. Mas aos 17, Alex Mineiro se aproveitou de vacilada da defesa adversária e rolou para Kleber, que foi derrubado na área.

Pênalti, convertido por Alex Mineiro sem paradinha. O time treinado por Celso Roth veio com tudo para cima, e conseguiu o empate aos 22 minutos: cruzamento na área foi cortado por Marcos. O goleiro, no entanto, deu azar e mandou a bola no pé do atacante Anderson Pico, que não vacilou: um a um. Até o final da partida, a equipe tricolor pressionou, mas sem grande competência, enquanto o Palmeiras não soube aproveitar os espaços para encaixar um contra-ataque, com as entradas de Maicosuel no lugar de Diego Souza e Denílson no de Kleber.