Verdão detona Barueri e é mais líder do que nunca

Mesmo os grandes artilheiros passam por dias difíceis. Keirrison provou isso na tarde de hoje. Até os 20 minutos da segunda etapa, teve seis boas chances de gol, que por razões diversas não conseguiu finalizar com a categoria habitual. Na sétima, no entanto, foi caixa, como se diz na gíria futebolística. Começava ali a boa vitória de 3 a 0 do Palmeiras contra o bom time do Barueri, que valorizou bastante o triunfo alviverde.

Os 13.278 torcedores que compareceram ao nosso estádio em um dia ensolarado puderam conferir um adversário determinado, marcando bem e saindo com rapidez para os contra-ataques. Mesmo dando espaços às vezes generosos demais para a equipe treinada por Estevam Soares, o Verdão conseguiu criar diversas jogadas de gol, especialmente com Diego Souza, que esteve particularmente inspirado no quesito lançamentos, sendo dois para Keirrison e um para Willians. Por sua vez, o Barueri teve três boas chances de abrir o marcador, graças a falhas de marcação da defesa palmeirense, sendo o terceiro lance aos 40 minutos, quando Pedrão subiu sozinho, cabeceando para fora. A característica que marcou a carreira de Vanderlei Luxemburgo, a de mudar partidas no intervalo, enfim voltou à tona na etapa final.

Seus jogadores se mostraram mais atentos, marcando melhor e dando poucas chances aos adversários. Aos 13 minutos, entraram Marquinhos e Lenny nos lugares de Sandro Silva e Willians, alterações que deram ainda mais velocidade ao jogo. Aos 20, enfim nosso primeiro gol, com Keirrison sendo levantado pelos colegas na comemoração ao complementar com categoria belíssima assistência de Diego Souza.

Aos 24, o violento Flávio tomou o segundo amarelo e deixou sua equipe com um a menos. O Palmeiras soube aproveitar a vantagem, e aos 30 minutos, Lenny fez belíssima jogada e deu passe açucarado para Diego Souza, que não desperdiçou. Aos 44, foi a vez de Marquinhos dar uma de garçom para que Pierre fizesse seu terceiro gol com o manto sagrado, ele que recebeu merecida homenagem por completar 100 partidas honrando a camisa alviverde. Na verdade, esta partida foi a de número 105 dele, mas só agora foi possível fazer a festa. No fim das contas, nova vitória e liderança consolidada no Paulistão.