Valeu pela “soma dos resultados” e só…

O Palmeiras venceu o Botafogo-PB no Allianz Parque por 3 a 0 e praticamente liquidou a fatura. Com isso, um time formado majoritariamente por “reservas” foi a campo para o jogo de volta, nesta quarta-feira, em João Pessoa.

Era uma ótima oportunidade para o pessoal mostrar serviço. Isso mesmo, para serem lembrados pelo Cuca e pela torcida em outras partidas do Brasileirão. Temos mais12 decisões até o final do campeonato.

Bem, o que se viu em campo foi uma equipe pouco organizada, muitos erros de passes e que em nada lembrava o time principal do Palmeiras. Claro que ninguém esperava ver a mesma qualidade, mas ficou muito abaixo do esperado.

Talvez o principal problema do time era a falta de criatividade no meio-campo. Allione fez mais uma vez uma partida pífia e convenceu a todos que Cuca está correto ao não dar muitas oportunidades a ele.

E o que dizer sobre o Cleiton Xavier? Juro que eu pensei que ele faria uma temporada melhor neste ano, mas ele se mostra cada vez pior a cada rodada. Falta pegada, precisão nos passes e tudo mais que a gente espera de um camisa 10.

Por outro lado, o Zé Roberto foi poupado do dérbi, mas viajou com o grupo para João Pessoa e mostrou que sabe jogar futebol como poucos no Brasil. Deu belas assistências, desarmou os adversários no meio-campo e tudo isso aos 42 anos de idade!

Como não houve uma cobertura correta, foi justamente pelo lado dele que o Botafogo-PB conseguiu criar as suas melhores oportunidades e até o gol da vitória.

Por falar em gol, eu esperava mais do Lucas Barrios. É muita promessa, muito potencial, mas em campo é uma grande decepção. Qual será a relação custo/benefício dele? Prefiro nem pensar nisso.

Também prefiro esquecer essa partida. O que interessa para o Palmeiras agora é o Campeonato Brasileiro e o nosso próximo adversário, o Coritiba. O time paranaense ainda está ameaçado pelo rebaixamento e o jogo não vai ser fácil.

Sobre a Copa do Brasil, agora a gente tem certeza que não dá pra ir muito longe com esse time “reserva”. Uma hora ou outra, a comissão técnica vai ter que definir qual será a prioridade nesta temporada.

Abraço a todos!