Valdívia se posiciona: “Torço para que seja o Paulo”

No futebol brasileiro é raro ver qualquer jogador dando opiniões sobre qualquer coisa. Sobre política de clube então, tem jogador que mal sabe quem são os candidatos a presidente.

No caso de Valdívia, o principal jogador do Palmeiras, a coisa não é bem assim.

O meia declarou hoje em uma entrevista coletiva que apoia o candidato (e atual presidente) Paulo Nobre nas eleições do dia 29 de novembro.

“Quem for eleito tem de fazer o máximo possível para devolver o status que o clube tinha antigamente. Se o Pescarmona for eleito tem de vir pensando nisso também e não em apequenar o clube, ou pensar em uma briga particular comigo. Torço para que o Paulo ganhe”, disse ele.

Para quem não se lembra, Pescarmona criticou abertamente o meia quando assumiu a direção de futebol do clube, em 2010.

Em entrevista a Mondo Verde, o agora candidato Wlademir Pescarmona ressaltou a importância de Valdívia para o Palmeiras e afirmou que pretende fazer as pazes com o chileno.

Não sei se é certo ou não um atleta (que também é funcionário do clube) se posicionar desta forma. No entanto, como o histórico de Valdívia com Pescarmona não é dos melhores, isso é até compreensível.

Resta saber se isso vai ter algum peso nas eleições. Será?

Abraço a todos!