Valdívia: Cipullo fala sobre uma possível volta

Onde há fumaça, há fogo. Como Raul Bianchi já havia comentado ontem, no Torpedo Verde, o Palmeiras realmente quer trazer Valdívia de volta ao Brasil.

Apesar de confirmar o interesse, o vice-presidente de futebol, Gilberto Cipullo, escondeu o jogo e negou qualquer tipo de negociação para trazer o chileno.

“O caso do Valdívia é o mesmo de qualquer outro jogador do exterior, ou seja, só poderia jogar no Brasil a partir de agosto por causa da janela de transferências. Claro que Valdívia é um sonho, mas não faz sentido pensar nele agora. Se tiver que tratar disso, só mais para frente”, disse o cartola palmeirense.

Cipullo, no entanto, afirmou que será mais fácil o chileno deixar o Al Ain depois da Copa do Mundo.

“O problema é o clube ao qual o Valdívia está vinculado, que não quer abrir mão dele. Se eu fosse dirigente do clube dele não conversaria antes da Copa e provavelmente é isso que vai acontecer”, concluiu Gilberto.

Nas entrelinhas, é possível perceber que a diretoria está sim querendo trazer o Mago de volta, e está trabalhando nos bastidores para fazê-lo.

A negociação, entretanto, não deve ser concluída tão cedo.