Um grande confronto entre Palmeiras e Corinthians

O tradicional derbi paulistano, que, ao longo de sua história, já decidiu campeonatos e teve tantos jogos emocionantes, terá outro capitulo de sua saga na próxima quarta feira no Morumbi. Infelizmente, esta partida não estará à altura das camisas de Palmeiras e Corinthians, pois ambos nunca estiveram tão ruins e medíocres ao mesmo tempo, e pior, lutando contra o rebaixamento. Mas eu gostaria de falar sobre uma época mais gloriosa, onde não existiam Mustafás ou Palaias no comando, e ao invés de Edmundo, tínhamos Ademir da Guia, ao invés de Alceu, tínhamos Luis Pereira e por aí vai.

Uma partida inesquecível para todos nós, palmeirenses, aconteceu em 22 de Dezembro de 1974, no estádio do Morumbi, diante de um público pagante de 120.522 pessoas. Era a decisão do paulistão de 1974, e o Corinthians estava há 20 anos sem ganhar nada, e achava que sua hora havia chegado, pois tinha faturado o primeiro turno daquele ano, e o Palmeiras não estava tão bem como em anos anteriores. No primeiro jogo da decisão, no Pacaembu, empate de 1×1. O Morumbi então ficou pequeno, a cidade só falava desse jogo e do favoritismo do nosso estimado rival.

Mas só para manter a escrita de sempre vencermos nossos fregueses em decisões, ganhamos de 1×0, gol do atacante Ronaldo, que substituiu César Maluco na ultima hora, por opção de Osvaldo Brandão, o Luxemburgo da época. Este jogo também ficou famoso por causa do médio volante Dudu, que numa cobrança de falta de Rivelino, levou uma bolada na cara, e ficou desacordado por alguns instantes. Retornando ao jogo, em outra cobrança do mesmo Riva, foi o primeiro a se prontificar para a barreira. Esse gesto encheu o time de brios, e ai, diante de um Corinthians acovardado e apático, ficou fácil ganharmos mais uma em cima deles. O palmeiras naquele dia jogou com: Leão,Jair Gonçalves, Luis Pereira, Alfredo e Zeca, Dudu e Ademir da Guia, Edu, Leivinha, Ronaldo e Nei. Que saudades desse timaço!