Thiago Santos marca golaço e Verdão vence Bota no Pacaembu

Thiago Santos não iniciava um jogo como titular do Palmeiras há algum tempo. Mesmo assim, mostrou a garra e a dedicação habituais. Melhor: marcou um golaço, e garantiu a vitória contra o Botafogo na noite deste sábado (12) no estádio do Pacaembu, perante pouco mais de 21 mil torcedores. O placar de 1 a 0 não refletiu o que foi a partida, pois mesmo sem ter um desempenho excepcional, o time merecia ter vencido com uma diferença maior.

O início certamente deu uma assustada nos torcedores alviverdes, pois mostrou o time carioca com maior posse de bola e tendo a oportunidade de marcar logo aos 5 minutos, com Leo Valencia cobrando falta que felizmente foi para fora. Aos poucos, o Verdão melhorou, e aos 14 minutos, abriu o marcador, em bela tabela de Thiago Santos com Gustavo Scarpa que o volante alviverde finalizou com frieza e precisão.

Logo a seguir, Marcos Rocha fez um bom cruzamento, aos 17 minutos, mas Deyverson cabeceou mal, para fora, de susto. Aos 19 minutos, nosso centroavante recebeu um passe errado do adversário e deu bom passe para Dudu, que no entanto chutou fraco, para fácil defesa de Diego Cavalieri (aquele). Aos 42 minutos, Zé Rafael perde um gol feito, mas a arbitragem acabou marcando impedimento.

Na etapa final, o Palmeiras dominou seu adversário por completo, mas teve dificuldade na hora das finalizações, perdendo constantemente ou o passe final, ou chutando mal. Gustavo Scarpa, aos 32 minutos, conseguiu chutar bem, obrigando Diego Cavalieri a uma ótima defesa.  Henrique Dourado, que entrou no segundo tempo,  cabeceou para fora aos 36 minutos, e aos 47 minutos quase aproveita outro vacilo botafoguense, mas Diego fez grande defesa.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass- 6,5- Tranquilo, não foi muito ameaçado, mas saiu bem do gol aos 40 do segundo tempo, em lance contra Luis Fernando, o mais perigoso da equipe carioca na partida.

Marcos Rocha- 6,0- Não brilhou, mas foi bem melhor do que nas últimas partidas.

Luan- 6,0- Regular.

Vitor Hugo- 6,0- Na mesma medida do colega de zaga.

Diogo Barbosa- 5,0- Errou diversos passes e foi mal no apoio ao ataque.

Thiago Santos- 8,0- Fez um golaço e esbanjou eficiência na marcação e nos desarmes. Até o cartão amarelo que tomou, que o deixará de fora da partida contra a Chapecoense, saiu em hora decisiva, matando um contra-ataque que poderia ser perigoso. Saiu aos 36 minutos para a entrada de Matheus Fernandes-5,0, que ajudou o time a segurar uma vitória importante.

Bruno Henrique- 6,5- De regular para bom, com direito a mais um gol anulado (injustamente?).

Gustavo Scarpa- 6,5- Participou do gol, mas teve altos e baixos durante a partida.

Dudu- 6,5- Primeiro tempo muito fraco, melhorou bastante no segundo, mas correu demais, como sempre.

Zé Rafael- 5,5- Outra partida apagada, especialmente no aspecto técnico. Saiu aos 30 minutos do segundo tempo para a entrada de Lucas Lima- 5,0, que ajudou a manter o time no seu campo de ataque.

Deyverson- 4,5- Afora um bom passe no primeiro tempo e a disposição de sempre, continua sendo aquele centroavante que dá mais alegria ao adversário do que à sua torcida, errando até as “casquinhas”. Saiu aos 24 minutos do segundo tempo para a entrada de Henrique Dourado- 5,5, que mesmo fora de forma mostrou muito mais potencial do que seu antecessor, com direito a duas finalizações perigosas.