Terceira derrota seguida? Agora é administrar a crise!

Desculpem, mas um time que almeja qualquer coisa num campeonato tão disputado como o Brasileirão não pode perder três partidas consecutivas. Jamais.

Nesta quarta-feira, o Palmeiras voltou a jogar muito mal e perdeu para até então lanterna Coritiba numa partida que parecia mais de dois times que lutam contra o rebaixamento.

Digo isso porque o time parecia parecia mais aquele de 2014. Vi os mesmos erros de passe, a mesma falta de criatividade no meio-campo e ainda uma defesa nada confiável.

Boa parte desses problemas eu boto na conta do técnico Marcelo Oliveira. Com Victor Ramos cumprindo suspensão automática, ele voltou a apostar nesse Leandro Oliveira. De onde surgiu esse cara?

Sim, do próprio Coritiba e pagaram mais de R$3 milhões por ele. Temos jogadores do mesmo nível por aqui e que nunca são aproveitados.

Talvez o principal erro talvez tenha sido escalar o zagueiro Nathan como lateral. Além de não ter ritmo de jogo, Nathan não tem o menor cacoete de lateral-direito e foi justamente pelo seu setor que o Coritiba fez a festa e o seu primeiro gol.

Mas ainda pior que o setor defensivo foram as escolhas do Lord para o meio-campo. Por onde andam Kelvin, Allione e o Fellype Gabriel…Por que insistir com esse Cleiton Xavier?

Fico aqui imaginando qual o próximo “ex-ídolo” vão pedir pra diretoria contratar. Isso nunca dá certo e ainda insistem com essa estupidez que é trazer jogador de volta pro clube. Não será nenhuma surpresa se ele pular o muro daqui a alguns meses.

Coritiba PalmeirasDudu errou uns 200 passes nos últimos três jogos. Rafael Marques fez um gol hoje e mais nada. Desaprenderam? Perderam “o foco”? Desculpem, mas não dá mais pra botar essa perda de rendimento apenas na conta da fratura do Gabriel, tem algo mais aí.

Enfim, cabe agora ao Marcelo Oliveira promover mudanças drásticas na escalação do time pra coisa não desandar de vez. Na verdade, já era pra ter feito isso, mas eles tentaram resolver a coisa na conversa.

Deu pra perceber que a “bronca” que o Alexandre Matos e o Marcelo Oliveira deram no elenco após a derrota para o Cruzeiro não serviu de nada.

É inaceitável que um time que investiu tanto (e recebeu tanto apoio da torcida) termine o ano no meio da tabela. Ainda dá tempo de corrigir o rumo e salvar a temporada. Nem tudo está perdido.

Abraço a todos!