Sonho realizado: goleada e título paulista

Quatro de maio de 2008. Uma torcida que canta e vibra sempre, mas que estava machucada por oito anos de resultados adversos, vivia momentos de ansiedade. Uma derrota por um gol ainda lhe daria o título paulista contra a Ponte Preta. Mas quem passou a semana inteira aguardando o dia da realização de tal sonho penou com o início não muito inspirado de nossa equipe. No entanto, toda essa tensão acabou logo aos 20 minutos da etapa inicial, quando um cruzamento de Leandro encontrou o afobado Ricardo Conceição, que jogou contra o patrimônio. Um a zero, e o início de uma goleada histórica, que levou os mais de 28 mil presente ao Palestra Itália ao delírio.

A equipe campineira do falastrão Sérgio Guedes até que tentou criar obstáculos ao nosso sistema defensivo, mas Marcos esbanjou elasticidade e carisma, literalmente lacrando nosso gol. Aos 34 minutos, um cruzamento perfeito de Elder Granja encontrou a cabeça de Alex Mineiro, que voou com categoria. Dois a zero. O estádio inteiro iniciou o coral contagiante: é campeão!

Na segunda etapa, vivíamos momentos modorrentos, nos quais a Ponte novamente testou Marcão. Até que o Mago resolveu dar o ar de sua graça. Em arrancada espetacular, Valdívia deixou dois adversários para trás e chutou com estilo no canto direito de Aranha. O gol mais belo do campeonato, aos 28 minutos. Aos 30 e 32, Alex Mineiro guardou mais dois, consolidando-se como artilheiro do Paulistão, com 15 tentos. Final: cinco a zero Verdão. Nem mesmo o fraco Cleber Abade, especialista em dar cartões para quem não merece, ignorar faltas óbvias e truncar a partida, conseguiu atrapalhar a festa alviverde.

A truculência policial, que agiu com violência excessiva contra a torcida, durante a partida, também não teve êxito nessa tarefa. Nosso vigésimo segundo título paulista coroou a excepcional campanha do time dirigido por Vanderlei Luxemburgo, e tira um peso imenso das costas desse elenco, que tem tudo para realizar ótimas campanhas no Brasileiro e na Copa Sul-americana. Grandes campanhas? Vamos é lutar pelos dois títulos, isso sim. O gigante despertou. Concorrência, tremei!

Imagem: Marcos Ribolli/globoesporte.com

************

Ouça também o Torpedo Verde Especial, boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras!