Só vitória contra o São Paulo manterá Verdão no G 4

O time do Jardim Leonor está entalado na garganta de todo palmeirense que se preze. Não faltam razões para isso. Não ganhamos deles em campeonatos paulistas desde 1997. No retrospecto geral, nossa mais recente vitória ocorreu em 2006, mais precisamente no dia 24 de setembro de 2006, triunfo por 3 a 1 de virada e com o técnico Marcelo “Pãozinho” Vilar em nosso comando. Em 2007, tivemos um empate e duas derrotas, uma delas pelo campeonato paulista. Mas isso é o de menos. O que importa é que só uma vitória hoje às 16h em Ribeirão Preto nos manterá no G 4, após o final da 15ª rodada do Paulistão 2008.

A explicação é simples. Com o empate dos Manos do Menezes contra o Juventus, e as vitórias de Barueri e Noroeste, caímos momentaneamente para a sexta posição na tabela. Se empatarmos, passaremos a ter a mesma pontuação dos times pequenos acima citados, mas perderíamos em número de vitórias (Barueri) e saldo de gols (Noroeste). Derrota, então, nem se fala. Então, ganhar do time de Muricy Sem Dentes é primordial para nos manter entre os quatro primeiros do torneio, neste momento. Aliás, tal vitória nos colocaria na vice-liderança da competição.

Os quase trinta mil ingressos disponíveis para a partida se esgotaram na sexta-feira. Marcos, Valdívia e Diego Souza, que cumpriram suspensão automática contra a Ponte Preta, voltam à equipe, enquanto Pierre e Lenny ficarão de fora devido ao terceiro amarelo. O substituto natural do atleta que em breve irá para a seleção é Wendel, mas Luxemburgo faz mistério. Ele teria duas outras opções, além dessa: David entrando como terceiro zagueiro (arriscado apostar em um jogador tão instável em partida desta importância) ou Martinez (o que deixaria o meio-campo alviverde muito vulnerável no quesito marcação). A escalação: Marcos, Elder Granja, Gustavo, Henrique e Leandro; Wendel (ou David ou Martinez), Leo Lima, Diego Souza e Valdívia; Kleber e Alex Mineiro.