Sem um bom goleiro, o Palmeiras cai…

Simples assim. Um time limitado, pressionado e assustado como esse que o Paulo Nobre montou não pode se dar ao luxo de ter um goleiro comum.

A dificuldade para marcar gols não é novidade para ninguém. Quase todas as nossas vitórias se deram pelo placar mínimo e as oportunidades desperdiçadas pelos atacantes são muitas.

Com Valdívia em campo, o desempenho é um pouco melhor, mas ainda assim fica muito aquém do que o Palmeiras exige.

A nossa defesa é algo que não dá nem para descrever. São tantas as formações, tantas as alterações que é impossível dizer quem são os nossos zagueiros titulares. Lúcio e Tobio? Talvez, mas faz tempo que os dois não jogam juntos.


panel management

Desde os anos 80, não me lembro de ver o Palmeiras com problemas no gol. De uns tempos pra cá, no entanto, desde a lesão de Fernando Prass, não temos sossego.

Bruno fez uma ótima Copa do Brasil em 2012, foi campeão, mas depois caiu com o time e é carta fora do baralho.

O jovem Fábio também começou muito bem, já mostrou que tem futuro, mas cometeu falhas consecutivas e voltou para o banco de reservas. Deve voltar ao time, mas não agora.

Deola, que atualmente é o nosso goleiro titular, para mim é o pior de todos. Fracassou em todos os clubes pelos quais passou e nem deveria estar no Palmeiras. Precisamos de outro goleiro pra ontem.

O prazo para inscrição de atletas se encerra nesta sexta-feira. Vágner, que foi campeão paulista com o Ituano e agora briga pelo título da Série B com o Avaí é uma ótima opção, mas segue fora do radar.

O goleiro Roberto, da Ponte Preta, que também disputa a Série B, é o preferido da diretoria palmeirense.

Seja quem for, um bom reforço para a posição tem que chegar logo. Infelizmente, Prass ainda não tem data pra voltar e a contratação de um treinador de goleiros não é o suficiente para dar tranquilidade ao time.

*******

Graças ao ótimo público que o documentário “12 de Junho – O dia da paixão palmeirense” tem atraído, o filme ficará mais tempo em cartaz nos cinemas do estado de São Paulo.

Só falta agora chegar a outros estados, onde está a maior parte da nossa torcida. O documentário é emocionante, divertido e essencial para todo palmeirense!

*******

Visitamos o vestiário do Allianz Parque no final de agosto e estava tudo muito cru (assista aqui o vídeo). Depois do que vi neste último sábado e olhando as fotos de hoje que mostram o vestiário quase pronto, começo a acreditar que o estádio realmente será aberto no dia 09 de novembro, contra o Atlético Mineiro.

Já foram tantas datas de inauguração que a gente fica ressabiado, mas parece que agora vai mesmo. Diante da incompetência crônica dos cartolas palmeirenses, o novo estádio surge como uma “nova Parmalat”, ou seja, uma esperança de um futuro melhor.

Com tudo o que ele oferece, além da excelente localização, o Allianz Parque será uma fonte inesgotável de recursos para o Palmeiras.

Abraço a todos!