Seleção brasileira dança tango em Pequim

Com jogadores badalados e craques que atuam nas melhores equipes européias, a seleção olímpica brasileira fica pelo meio do caminho e, mais uma vez, adia o sonho da medalha dourada. Agora em Pequim, caímos nas semifinais tomando de três dos nossos queridos hermanos. Achou ruim? Então para e pensa no pior: dois desses gols foram marcados pelo atacante Agüero, genro do Maradona! NÃOOOOOOO!

Com uma atuação medrosa e pouco ambiciosa, os comandados de Dunga (que deve estar Zangado agora) apenas assistiram ao baile argentino e, em momento algum, conseguiram emplacar jogadas bem trabalhadas e perigosas a meta argentina. Rafael Sóbis jogando isolado no ataque.

Depois de repetitivos erros e eliminação trágica, será que voltarão a perceber que para assumir o comando da seleção brasileira é preciso ter muita experiência acompanhada de muita competência?! No entanto, o nome de Wanderlei Luxemburgo é o mais cotado para assumir o cargo depois da derrocada na China.

Justamente o nosso técnico! Será que novamente vamos ficar na mão, palmeirense?

*****

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras.