Saudações Verdes

edicao25.gif

Está em todos os jornais, revistas, noticiários e em nosso dia-a-dia. O planeta está mudando. Efeito estufa, aumento de concentração de poluentes,  variações da cobertura de neve das montanhas e de áreas geladas, aumento do nível global dos mares, aumento das precipitações, El Niño e outros eventos similares.

Tem sido alegado com insistência, nos últimos vinte anos, que a queima de combustíveis em dois séculos de Revolução Industrial está a romper um delicado equilíbrio entre o gás carbônico emitido e o fixado por fotossíntese, fixação feita predominantemente por algas marinhas na superfície dos oceanos. O acúmulo do excesso de gás carbônico estaria a alterar o clima, a acentuar fenômenos meteorológicos catastróficos.

A principal evidência destas mudanças, estamos sentindo diariamente. As medidas de temperatura de estações meteorológicas do globo são feitas desde 1860. Os dados, com a correção dos efeitos de “ilhas urbanas”, mostra que o aumento médio da temperatura foi de 0.6+-0.2 C durante o século XX. Os maiores aumentos foram em dois períodos: 1910 a 1945 e 1976 a 2000. (fonte IPCC).

Dados de satélite apontam uma diminuição de 10% na área que é coberta por neve desde os anos 60. A área da cobertura de gelo no hemisfério norte na primavera e verão também diminuiu em cerca de 10% a 15% desde 1950 e houve retração das montanhas geladas em regiões não polares durante todo o século XX.(Fonte: IPCC).

Mas quais os efeitos potenciais sobre a saúde humana, economia e meio ambiente? E o que cada um esta fazendo?

Vamos nos encontrar por aqui para falar sobre isso, sobre a responsabilidade de cada um de nós e de nossos governantes, para que cada um olhe um pouco ao redor e pense que ainda podemos ter um mundo melhor.

Saudações Verdes!

OBS: Clicando ao lado no logotipo Mondo Palmeiras Ecologia, você pode ler mais textos sobre o assunto.