Saldo final: Galeano fica e Ewerthon é punido

O todo poderoso e inatingível vice-presidente de futebol, Gilberto Cipullo, acaba de fazer o seu pronunciamento para a nação palmeirense (através da imprensa), e fez importantes colocações sobre a aventura carioca do Verdão.

De acordo com Cipullo, o supervisor de futebol Galeano continua trabalhando no Verdão, apesar de ter tentado encobrir o que ocorreu no hotel.

O atacante Ewerthon, que se atrasou para voltar ao hotel, será multado. Os outros jogadores que estavam com ele, ainda não identificados, terão o mesmo destino.

Assim como acontece na F1, o incidente continua sob investigação.

Ainda segundo o inabalável Cipullo, os contratos de Robert e AC Zago foram rescindidos por conta do entrevero no ônibus, que foi algo “sério”.

O treino hoje foi dirigido pelo técnico do Palmeiras B, Jorge Parraga, que terá que comandar o time contra o Grêmio, no sábado, ou até que outro nome seja contratado.

Será que depois disso tudo, o presidente Belluzzo vai tomar alguma atitude com relação ao depto de futebol, ou vai continuar inerte?

Em muitos casos, há males que vêm pra bem. Eu quero acrediitar.