REIrique volta da seleção e fala sobre o Palmeiras

O zagueiro REIrique desembarcou no Brasil na sexta-feira, após ter sido convocado pela primeira vez para a seleção brasileira no amistoso contra a Suécia, em Londres, e revelou a torcida e o sofrimento com o gol do Palmeiras nos minutos finais da partida contra a Portuguesa. 

“Foi um desespero. O time atacava, atacava, mas o gol não saía. O gol do Jorge Preá aos 48 minutos foi uma alegria enorme. Fiquei muito feliz com o resultado. Temos um compromisso importante agora contra o São Caetano e podemos sacramentar nossa classificação”, disse, em entrevista coletiva realizada na tarde desta sexta. 

O zagueiro, líder dos desarmes no Campeonato Paulista -média de 7,4 por partida, não entrou em campo contra a Suécia, mas só a experiência de ter representado a seleção pela primeira vez já foi válida.

“Foi muito positivo viver isso pela primeira vez. O contato com os outros atletas e o técnico Dunga foi bem legal. Tive que fazer um discurso e confesso que bateu um nervosismo, mas depois deu tudo certo”, brincou o jogador, que espera por novas oportunidades.

“Vou continuar trabalhando forte no Palmeiras para ser lembrado mais vezes pelo Dunga. Meu objetivo maior está na convocação para as Olímpiadas de Pequim.” 

Sobre o jogo contra o freguês São Caetano, REIrique avisou que a partida deste sábado é mais uma decisão de campeonato para a equipe.

“Esse é jogo mais importante do ano até o momento, pois com uma vitória pode alcançar nossa primeira etapa com a classificação.Temos consciência que vamos encarar um adversário muito complicado, mas estamos pensando nos três pontos.”

**************

Ouça também abaixo o Torpedo Verde, boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras.