Prosa Verde: Se errar uma vez, dou castigo para não se acostumar…

Bom dia, boa tarde e boa noite, queridos palestrinos desse meu Brasilzão. Sem mais delongas, vamos ao que diz no título do post, aproveitando a letra de Genival Santos. Todo mundo está acompanhando o mais novo motivo da revolta popular nacional, não é?

E olha que eu não estou falando do interminável julgamento dos mensaleiros, nem dos candidatos para as próximas eleições, muito menos da perda da medalha de ouro olímpica ou da briga entre Nina e Carminha em Avenida Brasil…

Dois pesos e duas medidas… como de praxe!
A revolta da imprensa brasileira deve-se aos impedimentos não marcados em favor de um certo time acolá, treinado pelo detestável Adenor Leonardo Bacchi. Sim, nunca vi tanta choradeira nos veículos de comunicação por um lance de jogo. Gente esbravejando, se esgoelando, falando inclusive impropérios, clamando por justiça, vejam só, lamentando o tal erro grotesco e etc… etc… etc…! Não por acaso, o assistente que falhou na partida já foi sumariamente afastado e, se bobear, vai pra masmorra, pro calabouço! Parem o mundo que eu quero descer.

Ideias simples, podem fazer a diferença
Não estou aqui defendendo o infrator que, de fato, errou ao não marcar os impedimentos. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Mas por que não aproveitar o mote da imprensa e produzir uma compilação com todos os “erros” contra o Palmeiras para “viralizar” nas virtuosas redes sociais? Lances não faltarão, material tem de sobra, basta querer. É preciso tirar proveito das situações e já que os sempre beneficiados foram “prejudicados”, por que não cavar o espaço para o que é sempre prejudicado? Fica a dica, Finelli! Se não quiser usar o nome da Assessoria do Palmeiras, nós divulgamos, sem problemas!

Eles não são capazes de esconder nosso barulho… se fizermos!
O que não dá é ver tudo isso e ficar de braços cruzados. O bandeirinha errou e já foi afastado. Por que então o que errou naquele lance do Barcos, contra o Botafogo, e estamos falando de quatro metros, não só saiu impune como ainda recebeu honráveis elogios em público do senhor Sérgio Correa? Juntando a distância dos três lances da Gambazada não dá o impedimento do ‘Pirata’, aí um merece punição e o outro condecoração, é isso? A lei devia ser aplicada para todos, concordam? Sei que muitos dirão que eles são protegidos e possuem benefícios, mas nós podemos sim fazer barulho, nós me refiro ao Palmeiras, que assiste a tudo e nada faz. Pra eles é fácil, mas se não tivermos iniciativa tudo ficará ainda mais complexo.

Para os amigos, tudo, para os inimigos, os rigores de lei
É tão complicado assim pedir a palavra em programas esportivos, entrar ao vivo e solicitar à CBF e à Comissão de Arbitragem uma explicação pública e convincente a respeito do afastamento do assistente de Lambaris x Marginal sem Número? E por não termos uma atitude similar com quem nos assaltou contra Cruzeiro, Atlético-GO, Botafogo, Bahia, entre outros. É algo de outro mundo isso? Foram falhas gritantes, que mereciam atitudes também enérgicas, ou não?

Enfim, eu estou muito perto de não aguentar mais esse comportamento da imprensa, e olha que sou apenas um rapaz, latino americano, sem dinheiro no banco, sem parentes importantes e vindo do interior, como diria Belchior. Já deu no saco, como disse aqui outras vezes aqui, a coisa não está mais sendo escondida, é na cara dura, é a nossa bunda exposta na janela pra passar a mão nela, utilizando outro grande compositor.

Enquanto isso, na sala da… Justiça não seria, não é?
O que todo mundo consegue ver também, com total limpidez, é a falta, por parte dos nossos mandatários, de compromisso e vontade de dar um basta em toda essa palhaçada que todos fazem com o Palmeiras, do pasquim da banquinha de jornais, que só vende meia dúzia de cópias, ao alto escalão da CBF, todos fazem o Palmeiras de gato e sapato, pisoteiam e sassaricam, sem ninguém sofrer represália. Confesso que falei de falar a mesma coisa, juro por San Gennaro.

Vai embora, zica, ‘vade retro’!
Enquanto isso, na Academia… É jogador chegando alcoolizado em treinamento, outros fazendo corpo mole no DM, postergando suas voltas aos trabalhos, atleta que quer jogar como falta e se lesiona como sem dúvida, departamento médico que não consegue (sabe-se lá o porquê) dar condições aos jogadores contundidos em tempo hábil, desfalques e mais desfalques, derrotas se acumulando, zona de rebaixamento muito próxima e toda a alegria pela conquista da Copa do Brasil já deixada de lado…

Contratar é preciso, desculpinha não é preciso!
Outra coisa que me tira do sério é essa historinha (pela culionésima vez) de que está difícil contratar jogadores, que até na Série B é complicado buscar reforços… na Segundona é difícil de se contratar? Pro Palmeiras, com toda a sua grandeza? Dói nos meus ouvidos escutar esse tipo de coisa. O tal Rafinha, que a torcida do Coxa pega no pé, não veio porque o Sampaio se atrasou pra reunião, fizeram jogo duro, mas o Galo levou o Leonardo, melhor atacante dos caras, e bem um piscar de olhos. Só é difícil para nós ou fata competência, ousadia, talento, astucia, capacidade, comprometimento, inteligência e tantas outras coisas? A história do dinheiro também reaparece nessa hora… todos nadam em dinheiro, acreditam nossos dirigentes, só pode ser!

Ah se eu tivesse voz…
Enfim, já me alonguei por demais, como sempre, mas é que é complicado ficar calado, pelo menos para mim, enquanto somos achincalhados diariamente, enquanto os outros, por conta de um erro, um erro só em um mar de favorecimentos, ganham o papel de coitadinhos, enquanto nós somos assaltados frequentemente e em um jogo em que erram a nosso favor (contra o Flamengo) a mídia faz um estardalhaço. Culpa apenas da imprensa? Não, a culpa, se vacilar, a maior parte dela, é do próprio clube, que não se impõe e… ah, deixa pra lá, repetir tudo isso de novo é desnecessário (e cansativo).

Boa semana, famiglia, e abraço a todos!