Prosa Verde: Dia do palmeirense ser ainda mais palmeirense. Acreditar é preciso, duvidar não!

É chegada a hora mais importante do ano até aqui, fratellada. Esse é o jogo mais significativo, o primeiro das duas decisões contra o que dizem ser “Imortal” lá do Sul, o Grêmio, time de LuxCarteado e Kleber Iscariotes. Mais uma vez o espírito de luta precisa prevalecer, nunca palavras como garra, valentia, raça, determinação, compromisso, atenção, gana, vontade de vencer, desejo de título e, principalmente, superação estiveram tão em pauta no Gigante Verde.

Mas como é de praxe em períodos de decisão no Palmeiras, coisas que até Deus duvida findam acontecendo. Dessa vez, Valdivia foi sequestrado com sua esposa e os dois, segundo consta, passaram por momentos de tensão e terror nas mãos dos malfeitores, um fato que pode conturbar ainda mais um já conturbado ambiente palestrino. Logicamente, ‘El Mago’ e Daniela Aranguiz não tiveram culpa de protagonizarem mais um ato de violência urbana no Brasil, porém o ocorrido não podia ter data pior para acontecer.

Como dizem por aí que de tudo é necessário se enxergar o lado bom, talvez um acontecimento dessa estirpe mexa com os brios dos palmeirenses e chacoalhe os sentimentos dos jogadores, que vejam nisso uma motivação a mais para correrem como nunca no Olímpico, para dedicarem uma vitória ao suspenso Valdivia, que se encontra extremamente abalado com tudo o que aconteceu, cogitando inclusive rescindir o contrato com Verdão. Aí já é um outro assunto, que fica em segundo plano por conta da decisão.

O Palmeiras, hoje, não ostenta a condição de favorito contra o Tricolor dos Pampas, até porque faz uma campanha desastrosa até aqui no Brasileirão, com alguns atletas importantes atuando muito abaixo do que estamos acostumados a ver, casos de Cicinho, Juninho, Marcos Assunção e Maikon Leite, e com a ausência de Jorgito Valdivia, de quem se espera sempre uma jogada mais aguda e decisiva.

O Grêmio, pelo contrário, vem embalado por vitórias seguidas na competição nacional, inclusive em cima do próprio Palmeiras, tem de volta uma de suas principais estrelas, Traíra30, e ainda contará com o bom meio-campo Zé Roberto, reforço de peso dos gaúchos. O jogo ainda será na casa azul, ou seja, teremos a torcida exercendo a já conhecida pressão, entoando seus cânticos de incentivos copiados da torcida do Boca Juniors, enfim, o páreo será duríssimo, ainda mais pelo momento que estamos passando.

Não sei se isso soa como um mero devaneio tolo a me torturar, como diria Zé Ramalho, mas quem sabe esse seja o terreno propício para uma reviravolta alviverde, um ambiente totalmente desfavorável, crítico, mas que pode ser palco de uma volta por cima dos comandados de Luís Felipe Scolari. Perdoem-me se eu estiver falando bobagens, asneiras, mas é que eu sou assim mesmo, otimista por opção, por natureza, sempre acreditando que o Palmeiras conseguirá os feitos para muitos impossível, inimaginável.

Não sei se é virtude ou defeito, mas eu tenho a estranha mania de sempre acreditar em qualquer coisa quando em campo está a camisa esmeraldina mais linda do planeta, o manto que ostenta o escudo do clube com mais honra e história no Universo. Não estou aqui querendo deturpar a realidade ou dizer a vocês que chegaremos em Porto Alegre e atropelaremos o time local. Longe disso, mas muito longe mesmo, léguas, entretanto ser palmeirense também é acreditar, é sonhar, é querer.

Amanhã o nosso estimado Verdão, pela lógica, será uma presa fácil para os gaúchos. Pela lógica. Mas desde quando futebol (e o Palmeiras) é dotado de lógica? Eu prefiro acreditar que mesmo com Luan, Patrik, Márcio Araújo e companhia limitada nós podemos sair do Olímpico com um bom resultado. Se a fé move montanhas, quem sabe a nossa não consiga mover alguns jogadores…

Mas tem que pagar pra ver, tem que ver para crer, quem viver, verá, já dizia um certo Humberto…

Abraço a todos, e quem sabe não revivamos a garra de 1995, daquela Libertadores e contra o mesmo Grêmio, só que com final feliz?


Ouça também o TORPEDO VERDE. O nosso boletim diário está de volta! Clique no player abaixo para ouvir: