Prass sinaliza que pretende continuar no futebol (e no Palmeiras)

Fernando Büttenbender Prass tem 41 anos e é um símbolo desta nova fase do Palmeiras. Seu papel nas últimas campanhas e, principalmente, durante a fase mais complicada do primeiro mandato do Paulo Nobre não vamos esquecer jamais. 

Desde 2013, o Prass está no clube, mas os seus últimos contratos têm sido mais curtos. Quando foi convocado para a Seleção Olímpica (e se machucou). Logo em seguida, ele perdeu a titularidade para o Jaílson, que virou queridinho da torcida e se sagrou campeão brasileiro. 

No final de 2018, a diretoria renovou os contratos de Jaílson, Edu Dracena e do Fernando Prass. Foram prorrogados até dezembro de 2019. Daqui a pouco. 

Fernando Prass no Instagram

Nenhum deles merece deixar o clube como se nada fossem. Merecem todas as honras, mas acredito que não deveriam continuar no elenco. 

O Prass poderia continuar no clube exercendo algum cargo, mas dificilmente vai aceitar. Ele tem interesse em seguir a carreira, temos que respeitar isso, mas o Palmeiras precisa já começar a pensar no futuro da posição. 

Também espero que o Prass comece a ser visto por uma parcela maior da torcida como um ídolo. Ele merece um lugar no coração do palmeirense assim como o carismático São Marcos e tantos outros ídolos palmeirenses.

Poucos deles iam aceitar o desafio de atuar na sombra do Marcos num clube que se encontrava numa situação muito difícil. 

Abraço a todos!