LIBERTADORES: Palmeiras se beneficia com "final brasileira"

LIBERTADORES: Palmeiras se beneficia com "final brasileira"

Entendo que muitos palmeirenses quisessem enfrentar o Boca Juniors na final da Libertadores. Principalmente aqueles que sentiram na pele o poder inimaginável que o time argentino tinha nos bastidores da Conmebol.

2020 seria a revanche de 2000. Ubaldo Aquino ainda é um nome que incomoda pelo que fez em 2001. Seria o momento de passar uma régua. A vingança é um prato que se come frio.

Mesmo com um time ridículo, o Boca Juniors poderia complicar demais a vida do Palmeiras. O clube argentino ainda tem uma “aura” sobre os atletas brasileiros e tem muito mais mídia nos demais países do continente. Tudo conspira a favor deles.

Contra o Santos, os garotos do nosso time não devem sentir tanto o impacto de um jogo internacional como vimos contra o River. A pressão será menor, apesar da qualidade do elenco adversário. A possibilidade de a Conmebol beneficiar um ou outro time cai muito e a partida será muito mais franca.

Além disso, toda a crítica especializada irá torcer pelo “humilde” Santos. Muitos vão tentar emplacar a narrativa do “esquema crefisa” e todo o favoritismo irá para o time da Vila Belmiro. Melhor assim.

Vamos falar muito mais sobre a final da Libertadores no podcast “Bate papo entre amigos” desta quinta-feira.

Abraço a todos! 


Comentários (0)

  • Berlier
    Flavio, concordo contigo. Mas o time do Santos esta certinho e tem Marinho e Soteldo em grande fase. Sera uma final dificilima e teremos de jogar muito para vencer. E a vitoria comeca com uma otima preparacao durante esses 17 dias que nos separam do dia 30. Time reserva contra Gremio e fundamental. Precisaremos do time voando dia 30. Avante Palestra!

Deixe seu comentário