Por onde anda o tal “comitê gestor”?

Quando a diretoria derrubou o técnico Mano Menezes e o diretor de futebol Alexandre Mattos, eles prometeram também “uma nova mentalidade e novas ideias no departamento de futebol”

A partir daquele momento, todas as decisões do futebol passariam por um tal “comitê gestor”, ou seja lá o que isso significa. 

Nenhum profissional gabaritado quis assumir o cargo de diretor e o treinador que veio implantar as novas ideias prometidas pela diretoria foi o Vanderlei Luxemburgo. Nada de novo. 

Além disso tudo, as decisões internas passaram a levar mais tempo para serem tomadas e o clube sofre até mesmo para negociar atletas que não deseja mais em seu elenco. E não são poucos.

Ainda sem apresentar um futebol decente, o treinador pode ser demitido a qualquer momento. Seu trabalho não é bom e isso está claro para todos. Mas, e o tal comitê gestor: o que pensa? Por onde andará? 

Ninguém sabe quando os atletas contundidos vão retornar, quem são os relacionados para as partidas ou mesmo qual a posição do atual diretor de futebol sobre qualquer assunto. Não há transparência. Simples assim.

Se essa esta era a mudança que desejavam, era melhor deixar como estava antes. E já não estava bom.

Abraço a todos!