Pitacos sobre a “nova” Copa Libertadores

Nem mesmo quando tem que divulgar mudanças importantes na sua principal competição a Conmebol consegue ser eficiente. O conselho da entidade emitiu um comunicado hoje confirmando que a Copa Libertadores de 2017 será bem diferente, mas alguns pontos ainda precisam ser melhor esclarecidos.

Por exemplo, ainda não está claro se a final será disputada em duas partidas. O presidente da Conmebol, o paraguaio Alejandro Domínguez, torce para que tenhamos apenas uma partida disputada em campo neutro, assim como já acontece na Champions League da UEFA.

As principais mudanças informadas até agora são:

– A Libertadores começa em fevereiro (aquelas fases pré-libertadores), e pra valer de junho até dezembro. Ninguém sabe ainda quantos clubes brasileiros irão disputar a Libertadores 2017. Serão 42 clubes, hoje temos 38.

Comentário: Muito bom, mas por conta da janela do meio do ano, as equipes vão entrar na Libertadores com um time e podem terminar com outro completamente diferente. 

– Times mexicanos não são mais convidados e agora são membros plenos da competição. Poderemos ter um time mexicano campeão da Libertadores. 

Comentário: Legal, tem que ser assim mesmo e, se possível, colocar até os times da MLS na briga (esse deve ser o próximo passo). Mas quem seria, na hipótese de um norte-americano campeão da Libertadores, o representante da Conmebol no Mundial de Clubes?

palmeiras 4x0 river plate libertadores 2016

– Os 10 clubes que não avançarem para as oitavas de final entram direto para a Copa Sul Americana, que será disputada de junho a dezembro. 

Comentário: Interessante, claro que vai valorizar a esquecida Sul Americana, mas a Copa do Brasil dança.  Aliás, tem calendário para disputar Copa do Brasil, Sul Americana, Libertadores e Brasileirão no segundo semestre?

Daqui a três semanas, o Conselho da Conmebol se reúne novamente para definir o que ainda falta para formatar a Libertadores 2017 e, de fato, ainda falta muita coisa. Quanto cada clube vai ganhar a partir de agora?

Bem, o mais importante mesmo é que o Palmeiras esteja lá como Campeão Brasileiro.

E aí, gostou?

Abraço a todos!