PC Oliveira será o árbitro de Palmeiras x Corinthians

O pior árbitro da FPF que poderia apitar o dérbi de domingo foi o escolhido hoje, em “sorteio” realizado na sede da entidade, em São Paulo.

Mondo Palmeiras já sabia desde segunda-feira que os corintianos preferiam PC Oliveira, e que a diretoria palmeirense, ao invés de vetar imediatamente a escolha do árbitro, havia concordado isso.

Esperamos até hoje, quando a escolha foi confirmada, para comentar sobre o assunto pois não queríamos acreditar.

Confira o histórico de Paulo César de Oliveira apitando os jogos do Verdão:

9/4/1997 – Palmeiras 2×1 Rio Branco-SP – Campeonato Paulista (1º fase) 
Estádio Palestra Itália 
Atuação: Paulo César de Oliveira expulsa três jogadores do Palmeiras (Djalminha, Velloso e Sandro) de forma descontrolada e com um “excesso” de zelo. Interferiu diretamente no andamento da partida contra o Palmeiras.

Essa foi a primeira vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 25/2/1998 – Palmeiras 0x1 São Paulo – Torneio Rio São Paulo (semifinal) 
Estádio Brinco de Ouro 
Atuação: Paulo César de Oliveira expulsa o capitão do Palmeiras, o meia Zinho, e provoca uma instabilidade emocional nos jogadores que viram o adversário crescer na partida e eliminar o Palmeiras nos pênaltis.

Essa foi a segunda vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 17/4/1999 – Palmeiras 4×4 São Paulo – Campeonato Paulista (2º fase) 
Estádio do Morumbi 
Atuação: Paulo César de Oliveira expulsa Agnaldo e Jackson. Marca um pênalti duvidoso contra o Palmeiras, quando a equipe vencia por 4 a 3, aos 37 minutos do segundo tempo, que foi convertido e originou o empate 
 

Essa foi a terceira vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 9/5/1999 – Palmeiras 1×5 São Paulo – Campeonato Paulista (2º fase) 
Estádio do Morumbi 
Atuação: Paulo César de Oliveira expulsa Roque Junior e Jackson. Marca dois pênaltis contra o Palmeiras, o primeiro deles quando a  partida  estava 1 a 1 e o segundo quando o São Paulo já vencia por 2 a 1.

Essa foi a quarta vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 30/5/1999 – Palmeiras 4×3 Portuguesa – Campeonato Paulista (2º fase) 
Estádio Palestra Itália 
Atuação: Paulo César de Oliveira marca três pênaltis a favor da Portuguesa. O primeiro quando a partida estava 0 a 0. O Segundo quando o Palmeiras vencia por 2 a 1 e o terceiro quando o Palmeiras já vencia por 4 a 2.

Essa foi a quinta vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 20/6/1999 – Palmeiras 2×2 Corinthians – Campeonato Paulista (Final – 2º jogo) 
Estádio do Morumbi 
Atuação: Paulo César de Oliveira expulsa o zagueiro Cléber. Não teve pulso para administrar uma confusão generalizada entre os jogadores e encerrou a partida antes do tempo regulamentar.

Essa foi a sexta vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 7/5/2000 – Palmeiras 2×2 Corinthians –  Campeonato Paulista (3º fase) 
Estádio do Morumbi 
Atuação: Paulo César de Oliveira expulsa o zagueiro Agnaldo aos 37 minutos do segundo tempo e aos 39 minutos o Corinthians empata a partida.

Essa foi a sétima vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 4/6/2000 – Palmeiras 2×3 Santos –  Campeonato Paulista (Semifinal) 
Estádio do Morumbi 
Atuação: Nada de anormal.

Essa foi a oitava vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 27/8/2000 – Palmeiras 3×2 Santos –  Copa João Havelange 
Estádio da Vila Belmiro, Santos-SP 
Atuação:  Paulo César de Oliveira expulsa Tiago Silva e  Rodrigo Taddei, além de marcar um pênalti contra o Palmeiras que não foi convertido.

Essa foi a nona vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 9/12/2000 – Palmeiras 2×2 São Caetano – Copa João Havelange (quartas-de-final) 
Estádio Palestra Itália 
Atuação: Paulo César de Oliveira marcar um pênalti contra o Palmeiras numa falta fora da área quando estava 2 a 1 a favor do alviverde que foi convertido por César e eliminou causou a eliminação da equipe palmeirense

Essa foi a décima vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 8/2/2001 – Palmeiras 1×3 Botafogo-RJ – Torneio Rio São Paulo 
Estádio Maracanã 
Atuação: Nada de anormal.

Essa foi a décima primeira vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 1/4/2001 – Palmeiras 1×3 Santos-SP – Campeonato Paulista  
Estádio da Vila Belmiro, Santos-SP 
Atuação: Paulo César de Oliveira marcar um pênalti contra o Palmeiras aos 8 minutos de jogo e expulsa Rodrigo Taddei.

Essa foi a décima segunda vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 21/4/2002 – Palmeiras 1×1 São Paulo – Torneio Rio São Paulo (semifinal) 
Estádio do Morumbi 
Atuação: Nada de anormal.

Essa foi a décima terceira vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 23/10/2002 – Palmeiras 2×2 Corinthians – Campeonato Brasileiro 
Estádio do Morumbi 
Atuação: Paulo César de Oliveira marcar um pênalti contra o Palmeiras aos 25 minutos do segundo tempo, quando o Palmeiras vencia por 2 a 1.

Essa foi a décima quarta vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 19/2/2003 – Palmeiras 2×2 Ponte Preta – Campeonato Paulista 
Estádio Moisés Lucarelli, Campinas-SP 
Atuação: Paulo César de Oliveira expulsa o volante Claudecir aos 30 minutos do segundo tempo.

Essa foi a décima quinta vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 30/7/2003 – Palmeiras 0x3 São Caetano-SP – Copa Sul-Americana 
Estádio Anacleto Campanella 
Atuação:  Nada de anormal.

Essa foi a décima sexta vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 8/11/2003 – Palmeiras 2×0 Marília – Campeonato Brasileiro – Série-B 
Estádio Palestra Itália 
Atuação:  Nada de anormal.

Essa foi a décima sétima vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 1/2/2004 – Palmeiras 2×2 Santos – Campeonato Paulista 
Estádio do Morumbi 
Atuação: Nada de anormal.

Essa foi a décima oitava vez que ele apitou uma partida do Palmeiras

– 2/5/2004 – Palmeiras 4×0 Corinthians – Campeonato Brasileiro 
Estádio  do Morumbi 
Atuação: Nada de anormal.

Essa foi a décima nona vez que ele apitou uma partida do Palmeiras. 

– 11/3/2006 – Palmeiras 2×1 Portuguesa – Campeonato Paulista 
Estádio Canindé 
Atuação: Nada de anormal.

Essa foi a vigésima vez que ele apitou uma partida do Palmeiras.

– 28/1/2007 – Palmeiras 1×1 Barueri – Campeonato Paulista 
Estádio Palestra Itália 
Atuação:  Nada de anormal. 
 

Essa foi a vigésima primeira vez que ele apitou uma partida do Palmeiras.

– 25/3/2007 – Palmeiras 3×2 Marília – Campeonato Paulista 
Estádio Palestra Itália 
Atuação: Nada de anormal.

Essa foi a vigésima segunda vez que ele apitou uma partida do Palmeiras.

– 5/2/2008 – Palmeiras 5×2 Bragantino – Campeonato Paulista 
Estádio Marcelo Stefani, Bragança Paulista-SP 
Atuação:  Paulo César de Oliveira expulsa o goleiro Marcos, alegando na súmula que o goleiro do Palmeiras  agrediu o atleta do Bragantino com um pontapé enquanto o mesmo estava deitado no gramado.

Essa foi a vigésima terceira  vez que ele apitou uma partida do Palmeiras.

– 13/4/2008 – Palmeiras 1×2 São Paulo – Campeonato Paulista (Semifinal) 
Estádio do Morumbi 
Atuação:  São Paulo venceu o jogo graças a um gol de mão claríssimo e intencional do atacante Adriano, validado pela arbitragem de Paulo Cesar de Oliveira e da bandeirinha Maria Eliza Correia Barbosa. Esta ainda deu impedimentos contra o Palmeiras inexistentes.

Essa foi a vigésima quarta vez que ele apitou uma partida do Palmeiras.

-31/5/2009 – Palmeiras 2×2 Barueri – Campeonato Brasileiro 
Estádio Arena Barueri 
Atuação: Paulo Cesar de Oliveira expulsa o volante Wendel do Palmeiras.

Essa foi a vigésima quinta vez que ele apitou uma partida do Palmeiras.

– 21/1/2010 – Palmeiras 2×2 Barueri – Campeonato Paulista 
Estádio Eduardo José Farah, Presidente Prudente 
Atuação: Arbitragem desastrosa. Aos 14 minutos do segundo tempo, Tadeu acertou a trave em cobrança de pênalti. Marcelo Oliveira pegou a sobra e serviu o próprio Tadeu na área. Em condição de impedimento, o centroavante marcou em favor do Barueri. Paulo César de Oliveira chegou a conversar com Alberto Poletto Masseira, mas confirmou o gol irregular. Erro gravíssimo. Além disso, não marcou pênalti claro em Diego Souza.

Essa foi a vigésima sexta vez que ele apitou uma partida do Palmeiras.