Paulo César de Oliveira: já que diretoria não agiu a tempo…

Para que o mal triunfe basta que os bons não façam nada, certo? Laércio Benko Lopes, advogado palmeirense, decidiu ingressar na Justiça comum para impedir que o tal do Paulo César de Oliveira apite o clássico deste sábado contra o SPFC.

Se ele terá ou não sucesso na sua empreitada, isso pouco importa. O mais importante é a sua atitude de torcedor e consumidor indignado com mais essa afronta à Sociedade Esportiva Palmeiras e ao torcedor palmeirense.

Para mim, esse pedido de liminar tem mais chance de dar resultado do que aquele patético ofício encaminhado pelo diretor jurídico à CBF. Aquilo apenas serve como atestado de incompetência…mais um.

Juro que não me lembro de a CBF ter alterado a escalação de algum árbitro poucas horas de uma partida apenas por conta de um mero ofício…se alguém lembrar, me avise, por favor.

A diretoria tinha a obrigação de saber quem seriam os juízes que iam pro tal sorteio e agir antes, nos bastidores, para evitar a presença de Paulo César no clássico.

Fica cada vez mais evidente que a principal preocupação desse pessoal é mesmo com o jogo político interno do clube, já o presidente da CBF parece estar preocupado com outras coisas…

Abraço a todos!