Parem de encher o saco!

Caros,

O Departamento de futebol da Sociedade Esportiva Palmeiras tem muitos problemas a resolver. O técnico tem que ajustar o time, jogadores poderão ser cortados, outros provavelmente chegarão, e um título deve ser conquistado.

No entanto, o foco dos comentários nos últimos dias é algo totalmente alheio a isso. Só se fala no valor do contrato de publicidade da FIAT, como se isso fosse a coisa mais importante do mundo, e como se a empresa italiana e o nosso time fossem duas empresas públicas.

Ora, a relação entre as duas partes vai muito além de apenas um contrato de publicidade. Trata-se, na verdade, de uma parceria que envolve prêmios por conquistas, campanhas especiais de publicidade, e o lançamento de produtos direcionados ao público palmeirense (um mercado consumidor estimado em mais de 14 milhões de pessoas).

O valor inicial é realmente de R$ 8,5 milhões, mas isso não quer dizer que este é o montante total a ser pago ao Palmeiras. Com todo respeito ao time de Belo Horizonte, somente um idiota completo poderia acreditar que o contrato palmeirense seja quase igual ao assinado com o Atlético Mineiro.

Amanhã temos um jogo difícil em Bauru, e vamos concentrar as nossas atenções para ele. Para botar uma pá de cal nessa estória, ouçam o debate entre Luiz Gonzaga Belluzzo e Juca Kfouri sobre o assunto, clique aqui.

***************

Ouça também o Torpedo Verde, boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras, hoje com notícias sobre a chegada de Henrique e Amaral, a escolha de Rio Preto como sede dos próximos jogos, o puxão de orelha do professor, e muito mais.