Palmeiras vence Vitória e volta a liderar Brasileirão

O Palmeiras venceu pelo placar de 2 a 1 a equipe do Vitória na tarde deste domingo (7) perante mais de 30 mil torcedores na Allianz Parque. O resultado colocou a equipe alviverde de novo na liderança do Brasileirão 2016, e poderá significar o título simbólico do primeiro turno do torneio, a depender do resultado do Corinthians nesta segunda-feira (8)

Contra um adversário fechado, o Palmeiras veio para cima desde o inicio da partida, e teve boas chances com Erik aos 2 minutos e Leandro Pereira aos 3 minutos, ambos após lançamentos de Cleiton Xavier. Tivemos um baita susto logo aos 6 minutos, também, quando uma falha da zaga deixou Kieza livre. Ele chutou forte, mas Jailson, na vaga de Vagner, defendeu com os pés.

As chances continuaram a surgir, aos 7 minutos novamente com Leandro Pereira e aos 12 minutos com Dudu. O time baiano voltou a incomodar aos 20 minutos, com chute de Cárdenas que o goleiro alviverde defendeu. Aos 25 minutos, Leandro Pereira sai contundido, substituído por Lucas Barrios.

Erik chutou forte para fora aos 28 minutos, aproveitando bom passe de Jean. Aí, aos 30 minutos, Kanu puxa a camisa de Cleiton Xavier dentro da área do Vitória. Pênalti claro, marcado pelo juiz. Só que Jean bateu fraco, e permitiu a defesa de Fernando Miguel. Aos 34 minutos, boa defesa de Jailson em cobrança de falta que desviou em Cleiton Xavier e quase complica a vida do Verdão.

Sem se abalar com o pênalti perdido, o Palmeiras continuou pressionando, em bom arremate de Cleiton Xavier aos 35 minutos. E aos 36 minutos, enfim saiu o gol: Moisés finalizou de calcanhar, o goleiro espalmou bem, mas Lucas Barrios não vacilou e colocou a bola nas redes do clube baiano.

O segundo tempo começou com um lance logo a 1 minutos no qual o goleiro do Vitória fez defesa em cima de Lucas Barrios, que sentiu uma contusão. Antes de sua saída de campo, no entanto, ele lançou Dudu, que cruzou com perfeição para a finalização de Cleiton Xavier. 2 a 0, a 4 minutos da etapa final.

Aos 7 minutos, Kanu fez novo pênalti, desta vez em Erik e claríssimo, mas o juiz não o marcou. Com o tempo, o time soteropolitano foi gostando do jogo e forçando a defesa alviverde, com boas intervenções de Jailson aos 18 e 20 minutos. Moisés mandou uma bomba aos 20 minutos, e o goleiro espalmou.

Aí, aos 29 minutos, sai o gol do Vitoria. Euller ganhou a jogada e foi até a linha de fundo alviverde, cruzando. Jailson espalmou, a bola resvalou em Thiago Martins e entrou. A partir daí, os baianos vieram para cima, enquanto o Verdão não conseguia aproveitar os contra-ataques para matar o jogo. Felizmente, o placar permaneceu o 2 a 1, e nos deu nossa 11ª vitória no torneio.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Jailson7,0– Fez boas defesas e se mostrou seguro, e tomou um gol pelo qual não pode ser culpado.

Jean6,0– Fez uma boa partida, mas perdeu um pênalti quando o jogo ainda estava 0 a 0 que poderia ter nos custado caro.

Thiago Martins6,0– Não decepcionou, mas acabou de certa forma vacilando no gol contra que fez. Não pode ser condenado por isso, no entanto.

Vitor Hugo6,5– Desempenho bem regular e seguro.

Zé Roberto7,0– Outra partida sólida de um dos melhores jogadores do Verdão nesta campanha no Brasileirão em seu primeiro turno.

Moisés7,5– Bela partida na marcação e na armação, com direito a bons arremates a gol, incluindo o que gerou o primeiro gol.

Tchê Tchê6,5– A garra e a disposição de sempre.

Cleiton Xavier7,0– Boas assistências, muita disposição e um gol de puro oportunismo e velocidade. Saiu aos 24 minutos do segundo tempo substituído por Allione-3,0, que, muito dispersivo, não foi visto em campo.

Dudu7,5– Há muito ele nos devia uma boa atuação como essa, na qual infernizou a defesa adversária, não foi fominha e deu boas assistências, além de ajudar na marcação.

Erik7,0– Vai se firmando como titular do time alviverde, sendo eficiente no ataque e ajudando na marcação, quando necessário

Leandro Pereira-4,0– Vinha fazendo mais uma partida fraca quando saiu contundido aos 25 minutos do primeiro tempo, dando sua vaga para Lucas Barrios7,0– que mostrou puro oportunismo ao fazer o primeiro gol alviverde. Infelizmente saiu contundido a 5 minutos do segundo tempo, dando sua vaga a Rafael Marques-2,0, novamente nulo em campo.