Palmeiras vence o Universitário na Bolívia

Felipão é conhecido como o rei dos mata-mata, mas também podemos dizer que ele quase mata o torcedor do coração em algumas ocasiões.

A vitória do Palmeiras sobre o Universitário de Sucre, por 1 a 0, foi uma prova para qualquer cardíaco. O time boliviano começou pressionando, mas logo o Verdão se impôs em campo, com Kléber e Valdívia atacando bem, mas levando pouco perigo ao goleiro boliviano.

Aos 26 minutos, o Gladiador foi derrubado na entrada da área, o melhor batedor de faltas do mundo, Marcos Salvação, foi lá e bateu com precisão no canto direito do gol, e abriu o placar.

Depois do gol, o Palmeiras continuou atacando e sofrendo muito com as inúmeras faltas do time boliviano. Numa delas, El Mago Valdívia, aos 35 min, sentiu a coxa esquerda, e deixou o campo para a entrada de Lincoln.

Na segunda etapa, o Palmeiras recuou demais, e foi um sufoco só. Foi a vez de Deola brilhar e mostrar que é um baita goleiro. Ah, claro…ele precisou contar com a sorte também, pois num chute dentro da área foi direto na trave. No rebote, Rivaldo, e depois Márcio Araújo salvaram o que seria o gol de empate dos bolivianos.

No final da partida, abusando dos contra-ataques, o Palmeiras teve um gol legítimo de Lincoln anulado pelo árbitro Victor Carrillo. O criticado Rivaldo, foi derrubado dentro da área logo em seguida, num carrinho horroroso, mas o juizão nada marcou.

E ficou nisso mesmo. Fizemos a lição de casa, vencemos, agora é aguardar o jogo de volta, em Barueri!

Abraço a todos!

******

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário de Mondo Palmeiras.