Palmeiras vence o Flu no Rio com gol de Egidio

Não foi um banho de bola, e poderia ter sido mais fácil. Mas não dá para reclamar da vitória que o Palmeiras conseguiu na tarde deste domingo (24) no Maracanã contra o Fluminense pelo Brasileirão 2017 pelo placar de 1 a 0. O golaço de Egídio valeu três pontos importantes que nos mantém firmes no G-4 e eventualmente na hipotética luta pelo título.

Mesmo jogando fora de casa, o Palmeiras começou com mais agilidade, e logo aos 2 minutos perdeu uma boa oportunidade de gol, com Jean chutando mal, para fora, após Willian aproveitar uma belíssima vacilada da zaga do Fluminense e dar um passe açucarado para o seu colega de time.

Aos 10 minutos, foi a vez de Willian bater falta, com a bola sendo desviada para escanteio. A zaga adversária abusou das faltas e das vaciladas, mas o ataque alviverde não conseguia se aproveitar para criar jogadas efetivamente perigosas, enquanto o time carioca padecia de falta de criatividade.

Por volta dos 23 minutos, Dudu sofreu um pênalti absurdo, cometido por Leo, mas o árbitro não marcou. Também teve um alguns minutos mais tarde em cima de Edu Dracena, que também passou batido. O jogo ficou mais ou menos morno, sem nada de muito efetivo ocorrendo em termos ofensivos.

Até que, aos 41 minutos, aproveitando o rebote de um perde-ganha na área carioca, Egídio acertou um chute belíssimo e venceu o goleiro do Fluminense, abrindo o marcador. Aos 44 minutos, Fernando Prass fez belíssima defesa, evitando finalização de um Douglas livre, e mandando para escanteio.

Na etapa final, o Fluminense veio mais determinado, como seria de se esperar, mas sem muita criatividade ou competência. Aos 8 minutos, o Palmeiras poderia ter definido a vitória, mas Moisés mandou a bola na trave. Logo a seguir, aos 9 minutos, foi Lucas, do Fluminense, quem quase marca, mas Prass salvou.

A partir daí, o que se viu foi o time da casa tentando pressionar, mas sem muita inspiração, enquanto o Palmeiras desperdiçava chances de matar a partida na indecisão de seus jogadores, que não chutavam a gol e acabavam perdendo a oportunidade. Seja como for, a vitória se concretizou. E é o que importa agora.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass7,0– Muito seguro, saiu bem do gol e rebateu cruzamentos com eficiência. Que velho que nada!

Mayke6,0– Discreto, não comprometeu.

Edu Dracena6,5– Eficiente demais.

Juninho6,5– Boa partida ao lado do Dracena.

Egídio7,5– Desempenho satisfatório e um dos gols mais bonitos do Verdão no Brasileirão 2017.

Jean6,0– Deu conta do recado. Saiu aos 25 minutos do segundo tempo substituído por Thiago Santos-6,0, que ajudou a conter o adversário na parte decisiva da partida.

Tchê Tchê6,0– Partida discreta.

Moisés6,0– Ainda não é o Moisés de 2016, mas vai aos poucos recuperando o ritmo de jogo.

Dudu6,0– O Pequeno Gigante esteve abaixo do seu normal, mas ainda assim, útil.

Willian6,5– Muita movimentação, boas assistências e efetividade. Saiu aos 41 minutos do segundo tempo substituído por Borja-sem nota, que só pra variar não teve tempo para nada.

Deyverson5,5– Procurou se movimentar e ajudar na marcação, e teve desempenho apenas regular. Saiu aos 25 minutos do segundo tempo substituído por Róger Guedes-4,5, que até se esforçou, mas não mostrou muita coisa.