Palmeiras vence o Flamengo com dois gols de Deyverson

Deyverson foi o nome do jogo na tarde deste domingo (12) na Allianz Parque, em partida na qual o Palmeiras venceu o Flamengo pelo placar de 2 a 0. O atacante marcou os dois tentos que ajudaram o Verdão a dar um passo importante rumo à conquista de uma vaga na fase de grupo da Libertadores 2018 via Brasileirão. Sem show de bola, mas o que vale são os três pontos faturados.

Logo aos 4 minutos, o Flamengo, que veio com vários desfalques, assustou os torcedores locais com um chute e Willian Arão de longe que passou perto da meta de Fernando Prass. Aos 5 minutos, Michel Bastos fez um bom cruzamento, mas Deyverson acabou chegando atrasado na jogada.

Aos 13 minutos, quando a partida ainda se mostrava bem indefinida, o primeiro gol alviverde. Moisés acerta um belíssimo lançamento no meio campo e acha Deyverson, que no meio da zaga rubro-negra finaliza mal, mas não o suficiente para perder a oportunidade. Era a vantagem logo de cara.

O Flamengo ameaçou com uma tentativa de Rafael Vaz aos 16 minutos que Prass rebateu para escanteio. Aos 33 minutos, Dudu cruza, mas Deyverson chegou atrasado. Aos 35 minutos, porém, o atacante alviverde se mostrou mais esperto, finalizando com precisão bola que veio do rebote de um chute de Keno que acertou a trave adversária, após uma boa jogada do atacante.

A etapa final viu um Flamengo tentando ser um pouco mais efetivo com a entrada de Vinícius Jr., mas sem muita inspiração. Os espaços proporcionados ao Palmeiras poderiam ter nos proporcionado uma goleada, mas o time perdeu essas chances, especialmente com Dudu aos 5 e Thiago Santos aos 13 minutos.

A segunda metade do segundo tempo se mostrou bastante previsível, com o time de Márcio Araújo (entrou na etapa final) se mostrando incapaz de criar chances realmente significativas de gol, enquanto o Verdão soube administrar o placar que lhe era favorável tocando a bola e gastando o tempo.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass6,5– Pouco exigido, mostrou-se atento quando isso ocorreu.

Mayke-5,0– Razoável. Saiu aos 25 minutos do segundo tempo substituído por Jean-5,5, que ajudou a anular Vinícius Jr. (pouco inspirado, por sinal).

Edu Dracena- 6,5– Seguro e sério, como de praxe.

Luan-6,0– Foi um bom companheiro de zaga na partida de hoje para o experiente Edu Dracena.

Michel Bastos- 6,0– Para quem não jogava há muito tempo, até que não foi mal, ajudando na marcação e na criação ofensiva.

Felipe Melo- 6,0– Começou uma partida após quatro meses e se mostrou útil na marcação. Saiu aos 12 minutos do segundo tempo substituído por Thiago Santos-6,0, que foi bem na marcação e ainda quase marcou um gol, logo ao entrar em campo.

Tchê Tchê- 5,5– Esforçado, mesmo sem brilhar. Saiu aos 37 minutos do segundo tempo substituído por Zé Roberto- sem nota, que entrou com a partida já definida.

Moisés- 6,0– Deu uma bela assistência para o primeiro gol e buscou o jogo, embora ainda não esteja no melhor de sua forma.

Dudu-6,0– Apagado para o seu padrão habitual, embora tenha buscado o jogo em vários momentos da partida.

Keno-6,5– Procurou o jogo e participou decisivamente do segundo gol alviverde.

Deyverson- 8,0– Pode esbanjar falta de qualidade técnica, mas hoje marcou dois gols e deu a vitória ao seu time. Difícil exigir mais.