Palmeiras vence o Avaí por 3 a 1 em Florianópolis

Por Fabian Chacur

Em partida no qual a opção por uma escalação alternativa se mostrou mais do que acertada, o Palmeiras venceu o Avai no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pelo placar de 3 a 1, na noite deste sábado (17). A vitória leva o Verdão a dormir no G-4, permanecendo na luta pela vaga na Libertadores via Brasileirão. Um resultado mais do que merecido.

O time da casa assustou a torcida alviverde logo aos 2 minutos, quando André Lima chutou forte, exigindo boa defesa de Fernando Prass. Aos 5 minutos, foi a vez de Marquinhos cruzar bem na área adversária, mas novamente o goleiro alviverde estava atento e evitou a jogada do time da casa.

Aos 16 minutos, quando começava a equilibrar as ações da partida, o Palmeiras chega ao primeiro gol. Pablo Mouche lançou Cristaldo, que, em assistência perfeita, passou para Gabriel Jesus. O garoto não vacilou, e mesmo com o zagueiro chegando na jogada, soube finalizar com precisão.

Embora a partida tenha tido como marca o baixo nível técnico, especialmente por causa do gramado molhado devido às chuvas que atingiram Santa Catarina, o Palmeiras tocou melhor a bola do que nas partidas anteriores, sem se valer de chutões, embora errasse bastante na hora do último passe.

O segundo gol quase saiu aos 18 minutos, com finalização de Cristaldo para afora em bom contra-ataque. O centroavante argentino chutou mais uma para fora aos 22 minutos, enquanto o Avaí só levaria perigo real aos 40 minutos, em cabeçada de Marquinhos que foi para fora.

Com Amaral na vaga do amarelado Andrei Girotto, o Verdão voltou aceso para a segunda etapa, e chegou ao segundo gol aos 14 minutos, com Cristaldo finalizando de cabeça uma boa cobrança de escanteio feita por Allione. O mesmo Cristaldo quase amplia o marcador aos 17 minutos.

A partida poderia ter se complicado com o primeiro gol do Avaí, que saiu aos 23 minutos em boa jogada do time da casa que teve bela finalização por conta de André Lima, o atacante mais incisivo da equipe catarinense. O mesmo jogador quase empata a partida aos 25 minutos. Prass evitou.

Aos 32 minutos, Dudu, que entrou aos 21 minutos no lugar de Pablo Mouche, recebeu belo passe em contra-ataque, aproveitou o vacilo da zaga adversária e marcou o gol que deu números finais ao placar. Aí, foi só segurar o ímpeto do time de Gilson Kleina e garantir os importantes três pontinhos.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass7,0– Seguro, fez boas defesas em momentos importantes da partida.

João Pedro5,5– Muito esforçado, falhou menos do que em partidas anteriores.

Jackson6,0– Partida sem sobressaltos.

Leandro Almeida5,5– Regular no geral, embora sem brilho, como de praxe.

Egídio6,5– Bom no apoio e bem mais regular no setor defensivo.

Thiago Santos7,0– Esbanjando raça e segurança na hora dos desarmes. Só precisa melhorar um pouco os passes.

Andrei Girotto5,0– Não muito inspirado, tomou seu terceiro cartão amarelo (fora do próximo jogo). Saiu no intervalo substituído por Amaral5,5-, que jogou sério e ajudou o time do jeito que lhe era possível.

Allione7,0– Incisivo e participativo, ajudou a bola a fluir no meio-campo alviverde, e esteve presente na hora dos gols. Saiu aos 35 minutos do segundo tempo substituído por Rafael Marques-sem nota, que entrou com o jogo já definido.

Gabriel Jesus7,0– Fez o primeiro gol alviverde e infernizou a defesa do Avaí.

Pablo Mouche6,5– Boa surpresa, com direito a muita garra, bons passes e atuação vibrante, até mesmo na ajuda em termos de marcação. Saiu aos 21 minutos do segundo tempo substituído por Dudu-6,5, que entrou com vontade e fez seu oitavo gol no Brasileirão 2015.

Cristaldo7,0– Muito participativo, fez um gol e deu assistência para outro. Esse é o Cristaldo que a torcida adora!