Palmeiras vence o Atlético-PR na Arena da Baixada


Mais uma vez na temporada, o Palmeiras se mostrou um visitante indigesto para seus adversários. Neste domingo (6), a vítima foi o Atlético-PR, que perdeu por 3 a 1 na sua bela Arena da Baixada. De forma competente, o Verdão soube fazer o marcador, recuperando os pontos que não ganhou no empate em casa contra a Chapecoense e subindo na tabela do Brasileirão 2018.

O início da partida teve a saída prematura de Moisés, contundido logo a 6 minutos, e Felipe Melo tomando um amarelo besta que o deixará de fora do Derby do próximo domingo. Nada de bola rolando ou jogo fluindo, só faltas e o juiz sendo capaz de não amarelar um jogador local após falta violenta em Dudu.

Aos 12 minutos, Felipe Melo cabeceia mal, para fora, após boa jogada do ataque alviverde. Aos 20 minutos, Rossetto mandou uma bomba e Jailson desviou para escanteio. Na cobrança, a bola sobrou para Lucho, livre, que felizmente é zagueiro, atrapalhou-se e chutou mal, para fora.

Aos 23 minutos, outro bom momento do time da casa, com Jailson rebatendo um chute e Rossetto aproveitando mal o rebote, felizmente. Aos 30 minutos, outro bom ataque do nosso adversário, mas a bola passou por cima da meta alviverde. A partir daí, o time da casa deu uma caída.

Mais atento, o Palmeiras começou a tomar a bola do Atlético-PR com mais constância, tentando armar contra-ataques. Em um deles, aos 35 minutos, Felipe Melo arrematou e a bola passou perto. A coisa melhorou aos 43 minutos, quando Dudu lançou Keno, que ajeitou a bola para Bruno Henrique arrematar com força, sem chances para o goleiro. 1 a 0 Verdão.

O bom momento alviverde quase se amplia aos 46 minutos, em boa jogada que sobrou para Lucas Lima. O arremate do nosso camisa 20, no entanto, acabou indo para fora, embora tenha passado perto da meta do goleiro Santos.

O Verdão voltou bem consciente do que precisava para ampliar o marcador, na etapa final. Teve boas oportunidades logo aos 4 minutos, com Willian, aos 9 minutos em cruzamento de Dudu que o goleiro Santos conseguiu defender e aos 14 minutos, com Willian, em bola que foi desviada para escanteio.

Logo a seguir, aos 15 minutos, o gol que parecia próximo se concretizou: Marcos Rocha aproveita rebote do goleiro após arremate de Dudu, e marca. O time da casa tentou reagir rápido, e aos 16 minutos Pablo cabeceia bem e exige boa defesa de Jailson, com o rebote desperdiçado pelo adversário.

Enquanto o time treinado por Fernando Diniz vinha para cima, os comandados de Roger Machado tentavam encaixar um contra-ataque que matasse de vez a partida.  Aos 20, 31 e 34 minutos, o Verdão esteve muito perto de fazer esse tento decisivo, mas não conseguiu. Aí, aos 39 minutos, Willian marca, após um lançamento belíssimo de Hyoran.

Logo a seguir, aos 41 minutos, quase o Verdão faz mais um, mas Willian chutou para fora, em belo passe de Marcos Rocha. E aos 44 minutos, o Atlético-PR consegue descontar, com Pablo. O quarto gol quase sai com Hyoran aos 46 minutos e Dudu aos 47 minutos, mas o placar já estava definido, mesmo.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Jailson7,0– Começou com uma saída de bola horrível, mas se recuperou depois com pelo menos três defesas bem elogiáveis.

Marcos Rocha8,0– Jogou uma partidaça, desarmando bem e sendo decisivo no apoio, além de marcar um gol de puro oportunismo.

Antônio Carlos6,5– Desempenho discreto e sólido.

Edu Dracena7,5– Muito bem pelo alto e por baixo.

Diogo Barbosa6,0– Abaixo de seus colegas de defesa, embora sem comprometer, felizmente.

Felipe Melo5,5– Partida mediana, mas marcada por um cartão bobo logo no começo do jogo que o deixará de fora do Derby. Saiu aos 37 minutos do segundo tempo substituído por Thiago Santos-sem nota, que entrou com o jogo definido.

Bruno Henrique7,5– Boa partida e um gol de belo oportunismo que, a rigor, quebrou a confiança do adversário e definiu a vitória alviverde.

Moisés- sem nota– Com apenas 6 minutos de bola rolando, nosso camisa 10 sentiu uma contusão e teve de sair, substituído por Lucas Lima5,0– que se mostrou apático e se muita sorte, embora até tenha se esforçado.

Dudu7,0– Desempenho de médio para bom do nosso Pequeno Gigante.

Keno7,5– Ajudou a abrir a defesa paranaense com sua movimentação e idas pra cima. Saiu aos 32 minutos do segundo tempo para a entrada de Hyoran-6,5, que mesmo com poucos minutos em campo criou chances de gol, quase faz o seu e mostra que merece mais chances de entrar no time.

Willian7,5– Mais uma ótima partida do Bigode, com direito a gol, vários arremates a gol e muita movimentação.