Palmeiras vence na Bahia e já avança na Copa do Brasil

Nem mesmo um gramado abaixo da crítica conseguiu conter as individualidades do time alviverde na noite desta quarta-feira (4) na cidade de Vitória da Conquista (BA). O time da casa até que se esforçou, mas o Verdão venceu por 4 a 1 em sua estreia na Copa do Brasil e eliminou o jogo de volta, aguardando o vencedor do confronto entre Sampaio Correa (MA) e Estrela do Norte (ES).

O time do Vitória da Conquista apostou em muita correria e na tentativa de cavar faltas para resolver a partida em uma bola parada. O Palmeiras, por sua vez, ficou naquelas de eventualmente se aproveitar de alguma vacilada do adversário para conseguir abrir o marcador da partida.

Logo a 1 minuto, Erivelton deu um bom arremate a gol, mas Fernando Prass defendeu com segurança. Aos 12 minutos, logo no primeiro ataque mais incisivo alviverde, Dudu recebe a bola, avança e é derrubado por Fernando Belém. Pênalti, que aos 13 minutos Cristaldo converteu para o Verdão.

O domínio da posse de bola continuou a favor do Vitória da Conquista, que chegou perto do gol aos 27 minutos em boa cobrança de falta do ex-santista Paulo Almeida. Aos 42 minutos, Fernando Prass é exigido por duas vezes e mostra serviço em arremate de Rafamar e cabeçada de Fernando Belém.

O Palmeiras voltou melhor para a etapa final e criou duas ótimas chances aos 22 segundos em chute de Arouca e outro de Dudu aos 2 minutos. Aos 18 minutos, porém, em raro ataque eficiente, a equipe baiana empatou, em cruzamento de Carlinhos que encontrou Tatu livre para finalizar com segurança.

No entanto, a alegria dos torcedores baianos durou pouco. Muito pouco. Aos 19 minutos, Allione aproveitou bem cruzamento vindo do lado direito do ataque alviverde e colocou o seu time na frente do marcador novamente. Logo a seguir, Dudu teve duas chances, aos 21 e 23 minutos, e por pouco não faz o dele.

Aos 28 minutos, Arouca foi expulso em lance no qual o árbitro foi rigoroso demais, pois o volante alviverde nem amarelo ainda tinha e pegou a bola no lance. Mesmo com um jogador a mais em campo, o Vitória da Conquista não conseguiu retomar o domínio das ações, que continuou nas mãos do Alviverde Imponente

Aos 34 minutos, Robinho provou que tomou gosto pelos belos chutes, e mandou uma balaça sem chances para o goleiro do Vitória da Conquista, ampliando a vantagem alviverde. Aos 38 minutos, enfim Dudu conseguiu coroar sua ótima atuação com um belo gol, em contra-ataque mortal.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass6,5– Fez boas defesas e não teve culpa no único gol do adversário.

Lucas6,0– Sóbrio e seguro.

Tobio5,5– Bem na zaga, mas precisa melhorar sua saída de jogo, que hoje foi muito ruim.

Jackson6,0– Sem inventar, não comprometeu.

João Paulo5,5– Discreto no geral.

Gabriel6,0– Um bom primeiro volante.

Arouca6,0– Vinha bem até ser expulso injustamente por excesso de zelo do árbitro.

Robinho6,5– Bem na armação e ainda fez mais um golaço. Esse é mais titular do que nunca.

Allione6,0– Muito esforçado, marcou o gol decisivo na partida. Substituído aos 32 minutos do segundo tempo por Amaral-5,5, que segurou as pontas na marcação.

Dudu7,0– Chamou a responsabilidade para ele e foi decisivo, especialmente na etapa final, quando também fez seu gol. Saiu aos 41 minutos para a entrada de Renato-sem nota, que não teve tempo para fazer muita coisa.

Cristaldo6,5– Marcou o primeiro gol alviverde cobrando muito bem um pênalti e lutou como o guerreiro de sempre. Saiu aos 19 minutos do segundo tempo substituído por Leandro Pereira-5,5, que se não brilhou ao menos foi útil.