Palmeiras vence Grêmio em Porto Alegre

Após um primeiro tempo insosso, o Palmeiras matou a pau nos 20 minutos iniciais da etapa final, marcando três gols. Essa performance se mostrou suficiente para garantir a vitória contra o Grêmio em plena Porto Alegre na tare deste domingo (22) pelo placar de 3 a 1 e definir a subida do time alviverde para a segunda posição no Brasileirão 2017.

Mesmo jogando com um time alternativo/reserva, o Grêmio se mostrou capaz de segurar a bola e não dar grandes espaços ao Palmeiras. As duas equipes mostravam pouco teor de criatividade. Keno levou perigo à meta adversária aos 15 minutos, em chute que desviou na zaga e foi para escanteio.

Outro lance um pouco mais efetivo se concretizou apenas aos 31 minutos, quando Luan chutou para fora em cruzamento de Leo Moura. Aos 36 minutos, Everton faz uma boa jogada e fica cara a cara com Prass, que no entanto saiu bem do gol e levou o jogador gremista a arrematar para fora do gol.

Aí, no finalzinho, quando ninguém esperava mais nada, o Palmeiras enfim chegou com um pouco mais de efetividade. Aos 44 minutos, após boa jogada do ataque alviverde, Keno finalizou mal, facilitando a defesa do goleiro adversário. E aos 45 minutos, Borja tocou com categoria e a gola passou perto do gol.

Sem alterações na formação, o time do Palmeiras voltou com outra atitude, e logo a 2 minutos abriu o marcador, em chute de Dudu que desviou na zaga gremista e foi no cantinho. Aos 7 minutos, o árbitro Ricardo Marques ignorou pênalti claro em Keno, mas logo a seguir, aos 8 minutos, o Alviverde marcou o segundo, com Moisés aproveitando rebote de chute de Borja.

Com o jogo na mão, os comandados de Alberto Valentim chegaram ao terceiro gol aos 18 minutos, em cruzamento de Mayke que Dudu conferiu com tranquilidade. A partir daí, o que se viu foi o Palmeiras tocando a bola e o Grêmio sem muita iniciativa. O gol de honra da equipe gaúcha veio a 33 minutos com Michel, em falha da defesa alviverde. Mas a reação ficou por aí.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass7,0– Atuação tranquila, sem culpa no gol.

Mayke5,5– Desempenho apenas regular, mas com direito a uma boa assistência para o terceiro gol alviverde.

Edu Dracena7,0-Segurança e regularidade.

Juninho6,5– Regular e seguro.

Egídio4,0– Erros de passe, uma avenida às suas costas… Sorte que o Grêmio não soube aproveitar.

Bruno Henrique6,0– Regular e útil, embora tenha tomado o terceiro amarelo que o tira da próxima partida. Saiu aos 21 minutos do segundo tempo substituído por Thiago Santos-5,0, que ajudou o time a garantir a boa vitória

Tchê Tchê6,0– Útil e muito esforçado.

Moisés7,0– Buscou o jogo e ainda fez um belo gol, de puro oportunismo. Sai aos 28 minutos do segundo tempo substituído por Raphael Veiga-4,0, que só foi visto em campo ao falhar no gol gremista.

Dudu-8,5– Brilhou na etapa final, com direito a dois gols, que o tornaram o artilheiro do Verdão no Brasileiro da era dos pontos corridos.

Keno7,0– Sempre um tormento para as zagas adversárias.

Borja6,0– Dois bons chutes a gol, esforço e não muito brilho, mas foi útil, no fim das contas. Saiu aos 32 minutos do segundo tempo para a entrada de Deyverson-sem nota, que passou incólume em campo.