Palmeiras vence e elimina o Asa na Copa do Brasil

Gabriel Jesus não poderia ter escolhido um dia melhor para fazer seu primeiro gol como profissional do futebol. O tento ocorreu na noite desta quarta-feira (15) em Londrina, em partida na qual o Palmeiras venceu o Asa de Arapiraca pelo placar de 1 a 0 pela Copa do Brasil 2015. Inesquecível.

Com uma surpreendente escalação que trouxe apenas Fernando Prass e Victor Ramos dos titulares habituais, o Palmeiras obviamente pecou pela completa falta de entrosamento de seus jogadores, especialmente os de meio-campo e de ataque. Kelvin tentou um chute logo a 1 minutos. Promissor…

A próxima oportunidade de gol ocorreu aos 12 minutos, e foi a mais clara em toda a primeira etapa. Leandro (aquele) recebeu livre e conseguiu chutar para fora, demonstrando estar totalmente fora de jogo. O Asa, tocando a bola de forma mais consistente, embora sem nenhuma técnica, pouco chegava.

Um chute de Gabriel aos 27 minutos, que Fernando Prass defendeu, foi o único arremesso a gol cometido pelo time alagoano. Cleiton Xavier bateu de forma patética uma falta aos 32 minutos, e Andrei Girotto chutou de fora da área uma bola aos 43 minutos. E foi só, em 45 minutos horríveis.

Com Gabriel Jesus na vaga do inoperante Leandro, o Verdão voltou melhor para a etapa final, com mais movimentação. As oportunidades de gol, no entanto, eram tímidas, com João Pedro logo a 1 minuto, Kelvin aos 3 minutos, Victor Ramos aos 9 minutos e Cleiton Xavier aos 15 minutos.

Aos 16 minutos, a entrada de Dudu na vaga do bom volante Andrei Girotto deu ao time a configuração necessária para liquidar o jogo. Aos 19 minutos, Victor Ramos cabeceou uma bola que passou perto do gol. O Asa começou a não ver mais a cor da bola. O gol parecia iminente. E acabou chegando.

Em boa trama que envolveu Dudu e Cleiton Xavier, Gabriel Jesus finalizou bem em cruzamento do nosso camisa 8, abrindo o marcador aos 24 minutos. A emoção tomou a todos, com direito a algumas lágrimas saindo do nosso jovem jogador. O peso sai das costas do moleque de 18 anos, que começa a virar homem.

A partir daí, o Asa até que tentou alguma coisa, mas sem grande eficiência, enquanto o Verdão ficou controlando a bola e não mostrando muita dedicação para ampliar o marcador. No fim das contas, o resultado nos leva às oitavas de final da Copa do Brasil 2015. Era o que precisávamos.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass7,0– Pouco exigido, foi bem quando necessário.

João Pedro6,5– Muita garra e participação no jogo, embora um pouco individualista demais em alguns momentos.

Jackson5,5– Regular, errando alguns passes em momentos não muito recomendáveis.

Victor Ramos6,5– A segurança e a garra de sempre, com direito a algumas finalizações de cabeça interessantes.

João Paulo5,0– Discreto, não comprometeu.

Amaral5,5– Marcou razoavelmente bem.

Andrei Girotto5,5– Muito participativo, sentiu a falta de jogo. Saiu aos 16 minutos do segundo tempo substituído por Dudu-7,0, que agitou a partida e participou do gol da vitória.

Cleiton Xavier6,0– Um primeiro tempo inoperante demais. Melhorou no segundo quando passou a jogar como segundo volante, com direito a bela assistência para o gol de Gabriel Jesus.

Kelvin6,0– Tentou jogadas individuais e se esforçou bastante. Saiu aos 39 minutos substituído por Gabriel-sem nota, que entrou com o jogo já resolvido

Leandro2,0– Muito mal, com direito a perder o gol mais feito da partida. Saiu no intervalo substituído por Gabriel Jesus-7,5-, que botou fogo na partida e ainda fez o gol da vitória.

Cristaldo5,5– Esforçado, nada além disso.