Palmeiras vence e convence contra o Fluminense

Após uma seqüência de três partidas particularmente fracas contra Atlético (MG), Figueirense e São Paulo, o Palmeiras resolveu mostrar novamente porque é considerado um dos favoritos ao título do Brasileirão 2008. Com uma partida bastante convincente, em especial na segunda etapa, os comandados de Vanderlei Luxemburgo fizeram três a um contra o Fluminense. E poderia ter sido mais, não fossem a trave, o goleiro Fernando Henrique e a falta de sorte de Diego Souza. Com o resultado, assumimos a quarta colocação, voltando ao G 4.

O começo da partida deixou mais ou menos claro como seria a proposta das duas equipes: pouca marcação e muitas tentativas de gol, que nem sempre atingiam o seu intuito. O time de Renato Gaúcho começou melhor, com linda jogada de Dodô, mas o Verdão logo equilibrou as ações. Aos 33 minutos, Kleber, em noite inspiradíssima, fez nosso primeiro gol, de cabeça, em cruzamento de Denílson. Nem deu para comemorar direito. Dois minutos depois, Washington empatou, também de cabeça e totalmente livre na área, aproveitando bem uma falta bem batida pelo vaiadíssimo Thiago Neves (foi a única jogada boa dele na partida).

O segundo tempo mostrou o Palmeiras voltando com muita aplicação, marcação sob pressão e velocidade. O Fluminense, por sua vez, viu seus melhores jogadores (Thiago Neves, Conca, Dodô) se apagarem por completo, e sua marcação, que já não era muito forte, ficou ainda mais frouxa. Logo aos três minutos, um inspirado Leandro cruzou para que Kleber fizesse seu segundo tento no jogo, novamente de cabeça.

A partir daí, só deu Verdão, com pelo menos cinco chances claras de gol, finalizadas por Kleber (9 minutos), Diego Souza (17 minutos), Valdívia (na trave, aos 19 minutos) e Diego Souza de novo (aos 22 minutos), esta em chute displicente, cara a cara. Em seguida, ele mandou um balaço, que Fernando Henrique foi buscar no ângulo.

 Aos 32 minutos, no entanto, Maicosuel, que havia entrado há pouco, provou ter estrela e fez o terceiro, escorando outro cruzamento açucarado de Leandro. Aí, foi só segurar o jogo e criar mais algumas chances. Grande partida alviverde no geral, com destaque para os jogadores já citados e também para Sandro Silva e (chupa, Fabian!), Denílson (chupa, Raul!).

*****

Ouça também o Torpedo Verde, boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras.